Sabe-se que as fabricantes não estão muito contentes com o tablet Surface, porque a Microsoft resolveu entrar na concorrência de hardware. A própria Microsoft já admitiu que sabe disso. E o CEO da Acer deixa essa opinião bem clara – e bastante pública.

JT Wang, CEO da Acer, decidiu desabafar em uma entrevista recente ao Financial Times. A melhor parte é quando ele explica que:

Nós dissemos [à Microsoft] para pensar no assunto. Pensar duas vezes. Isto vai criar um impacto negativo gigantesco para o ecossistema, e outras marcas podem sofrer com uma reação negativa. Você não é muito boa nisto, então por favor, pense duas vezes.

Wang não foi o único a vir com sinceridades. Campbell Kan, presidente das operações globais de PC na Acer, explica que:

Se a Microsoft vai [ter uma] área de hardware, o que deveríamos fazer? Nós deveríamos continuar dependendo da Microsoft, ou deveríamos procurar outras alternativas?

Então prepare-se para… o quê, laptops da Acer com Ubuntu? Chrome OS? Qual seria a resposta da Acer, que já investe em tablets com Android que vendem pouco?

Qualquer que seja a resposta, está claro que há divergências entre empresas de PC antes leais ao Windows. A Microsoft não deve estar “pensando duas vezes” sobre o Surface, mas veremos como essa estratégia se desenrola no longo prazo. [Financial Times via All Things D]