Bitcoin é uma fraude e criptomoeda é a moeda de troca que apenas traficantes, assassinos e norte coreanos usam. Pelo menos é o que diz o presidente do J.P. Morgan, um dos maiores bancos de investimentos do mundo.

A afirmação foi feita por Jamie Dimon, presidente da instituição, esta semana durante uma conferência em Nova York. Enfático, Dimon afirmou ainda que bitcoins são parte de uma bolha econômica que está prestes a estourar e que demitiria imediatamente qualquer funcionário de seu banco que fosse pego lidando com as criptomoedas. “Por duas razões: porque é contra as nossas regras e por ser uma estupidez”, disse.

Dimon diz ainda que é questão de tempo para a moeda virtual deixar de existir. “Ela não vai funcionar. Você não pode manter um negócio em que as pessoas inventam uma moeda do nada”, afirmou. O presidente vai além, dizendo que as tecnologia por traz das criptomoedas funcionaria em lugares como a “Venezuela, Equador ou Coreia do Norte” ou ainda: no caso de ser um profissional não muito tradicional de assassinos e traficantes. “Pode até ser que exista um mercado para elas, mas é um mercado limitado”, completou. “Honestamente, me choca que ninguém vê este mercado como ele realmente é.”

Não é a primeira vez que o presidente do J.P. Morgan deixa claro seu desgosto pelas bitcoins. De acordo com o Quartz, o líder do banco de investimentos faz tenebrosas declarações sobre as criptomoedas desde 2014, descrevendo-a como uma péssima maneira de guardar valores.

E, enquanto o primeiro alerta do presidente fez, de fato, o valor da bitcoin cair, os seguintes a valorizaram, como mostrar o gráfico abaixo:

Jan, 2014: “Bitcoin é uma terrível forma de guardar valores”; Nov, 2015: “Bitcoin não vai sobreviver”; Jan, 20: “Bitcoin não vai a lugar nenhum”; Set, 12 “Bitcoin é uma fraude”. (Imagem: Quartz)

No último mês, um bitcoin chegou a valer U$ 4.700. Depois do ataque de Dimon, a moeda retraiu em 5%, valendo US 4.000. De qualquer forma, mesmo com essa pequena queda, se levarmos em consideração os ataques anteriores de Dimon, talvez este seja o melhor momento para investir na forma de pagamento favorita de assassinos e traficantes.

[The Guardian, Quartz]