Este é o Jungle. Ele é o primeiro console portátil criado exclusivamente para jogos online e MMORPGs. E ele vem da empresa que nos trouxe o 3DO quase 20 anos atrás – console eleito Produto do Ano 1994 pela revista Time e um dos 25 melhores consoles de todos os tempos pela IGN.

Sim, o PSP e o Nintendo DS têm modo multiplayer online, mas este não é o que eles fazem de central. É nisso que o Jungle parece mais um mini-PC, com teclado QWERTY completo e um touchpad, além da tecla direcional e botões traseiros que você esperaria em um pequeno console – para você levar games online do PC com você.

Caso você ainda não esteja entendendo, deixe-me esclarecer o potencial deste dispositivo: quem é viciado em MMORPG vai poder sair de casa pela primeira vez em anos. Então prepare-se para ver aquele seu primo. E compre um pouco de protetor solar pra ele usar.

O Jungle parece bastante o Game Boy Advance original, mas mais grosso e mais resistente, como se criado para aguentar uma chuva de tiros. E dobrado ao meio. Ele não é um aparelho delicado. A parte de dentro guarda uma tela de alta definição tão boa, que um usuário de teste que o viu na Panasonic disse pra gente, "a resolução da tela é uma loucura. Todo mundo estava impressionado com ela". Não foram confirmadas especificações internas do aparelho, mas ele deve ter um processador potente pra aguentar jogos decentes em uma tela assim. (E saída HDMI também está presente, segundo rumores.) O Wi-Fi é óbvio, mas se ele vai servir para jogar online em qualquer lugar, ele deve ter conectividade 3G também.

E também não confirmado, ouvimos que o Jugle roda Linux. O que ser um problema para o conteúdo, porque os jogos teriam que ser portados – não dá só pra carregar World of Warcraft e sair andando, jogando enquanto você espera na fila, porque o WoW não roda no Linux. Este aparelho vai precisar de parcerias e ports, no mínimo, e ele vai viver ou morrer dependendo do conteúdo que tiver. Ah, e ele tem que rodar jogos no navegador também – é bom que ele tenha Flash.

A tela e o processador apontam para algo caro, até US$400 dependendo de outras funções que ele tenha, mas ele não vai vender bem se não estiver abaixo dos US$200 nos EUA – é aí que uma parceria com operadora de celular, que vai fornecer o 3G e subsidiar o preço, tornaria o aparelho interessante.

É necessária uma empresa meio louca pra lançar algo tão corajoso assim – um console dedicado a jogos online nada pequeno em um mundo onde se pode jogar uma boa versão do Street Fighter IV num iPhone – então ele está sendo criado pela Panasonic Cloud Entertainment, uma startup (mais ou menos) pequena que a Panasonic, megacorporação ultrajaponesa, abriu no Vale do Silício, nos EUA. Mas se a Zynga, titã dos jogos online, e seus jogos – cópias de outros jogos – podem surgir como uma potência sob o teto do Facebook, quem sabe isto funcione também. Claro, tudo depende de quanto ele vai custar e dos jogos que ele vai ter.

Bem, eu ia adorar jogar um pouco de Team Fortress 2 enquanto estou sentado no parque, vendo cães correndo feito bobos na grama.

Para mais informações (vagas) sobre o Panasonic Jungle, dê uma olhada no site do produto.