A Intel anunciou que a próxima geração dos seus processadores móveis, menores e mais eficientes, está pronta para entrar em “fabricação em massa a partir de 2013.”

A empresa encontrou dificuldade para competir com nomes como a Qualcomm nos processadores móveis nos últimos anos, então está preparando uma nova linha de chips que consigam se dar bem no mercado. Com alguma sorte, eles vão conseguir mais do que o Medfield fez neste ano.

A Reuters diz que a Intel anunciou em uma conferência para a indústria em San Francisco que suas novas tecnologias de fabricação em breve conseguirão desenvolver sistemas-em-um-chip (SoC) que rivalizem com os da Qualcomm.

Os processadores atuais da Intel usam processo de fabricação de 32 nanômetros, que não se comparam aos 28 nanômetros da Qualcomm. Características menores significam melhor desempenho e eficiência – mas são mais difíceis de serem produzidos. A Intel promete novos processadores móveis de 22 nanômetros.

Ela já produz esses de 22 nanômetros mas para computadores, e usar a mesma tecnologia para desenvolver SoCs não é simples. Pelo jeito a empresa descobriu como fazer e quer iniciar a produção em massa a partir do ano que vem. A única coisa que falta saber é se um chip da Intel para smartphones consegue roubar a liderança da Qualcomm. [Reuters]