Já sabemos que a Intel quer que a próxima geração de ultrabooks tenha touchscreens. Mas ela também tem outro desejo para o futuro da computação esbelta: ela se uniu à Nuance para colocar tecnologia de reconhecimento de voz nos próximos ultrabooks.

Segundo o Engadget, a Intel anunciou que um novo assistente de voz, chamado Nuance Dragon Assistant Beta, será incluso em futuras iterações de ultrabooks.

A Nuance explica o que é possível com o Dragon:

Basta dizer “Olá Dragon” para ativar o Dragon Assistant, e então apenas falar para pesquisar informações, conteúdo e compras na web; acessar, descobrir e ouvir música; checar e responder e-mails; e ouvir e atualizar seu status em mídias sociais.

O Dragon Assistant também fornece acesso direto aos provedores de conteúdo mais populares de conteúdo na web. Por exemplo, você pode dizer “Pesquisar YouTube por Justin Bieber”. Quando você terminar de usar o Dragon Assistant, apenas diga “Vá dormir” para o aplicativo parar de ouvir.

Nós recomendamos não procurar por Justin Bieber, pelo menos não em voz alta.

A Nuance não fala nada sobre ditar textos ao computador, mas é seguro assumir que isso deve estar incluso. Ela também não revela os idiomas – além do inglês – que o software reconhece. A Nuance já tem software de reconhecimento de voz para PC, o Naturally Speaking, que reconhece apenas os seguintes idiomas: inglês, francês, alemão, italiano, espanhol e holandês. Então muito provavelmente não teremos suporte a português nos ultrabooks.

O Windows já vem embutido com um sistema de reconhecimento de voz desde o Vista, só que ninguém usa. E da última vez que tentei usar, ele não funcionava muito bem, então espero que o Dragon Assistant seja um avanço.

Se você está ansioso para falar com seu computador, a Intel confirma que o Dell XPS 13 será um dos primeiros a receber o novo software, que deve chegar até o final do ano. [Engadget e Pocket-lint]