O N280 ganhará três incrementos no desempenho: a velocidade aumentará um pouco, de 1,6GHz para 1,66Ghz, o barramento frontal subirá de 533MHz para 667MHz e o hardware gráfico embutido, o Intel GN40, provavelmente rodará melhor que o antigo 945GSE em termos de reprodução de Blu-ray e jogos leves.

Apesar do lançamento esperado na H2 2009, o que faria o Atom ter mais de 1 ano de idade, este upgrade certamente incremental custará ao usuário final 14 a 19 dólares a mais que o processador da geração atual, com o chipset. Isto não parece ser muito até você levar em consideração que o Atom é vendido por meros 46 dólares e que alguns dos netbooks com ele recaem abaixo dos 300 dólares.

Um provável motivo para planejar esta renovação é a crescente pressão da unidade gráfica Ion da Nvidia, que promete enorme aumento no desempenho gráfico nos netbooks com Atom em relação à oferta letárgica da Intel. [DigitimesValeu, Adam!]