Para quem gosta de tecnologia — você aí, rapaz — e tem um Android, o trabalho do pessoal do CyanogenMOD é um desses que merecem aplausos. Enquanto operadoras, fabricantes e Google batem cabeça e deixam usuários sem saber se aparelhos serão atualizados, a equipe trabalha para fornecer sempre uma ROM completinha, de graça, para atualizar seu aparelho. E como andam as coisas na atualização para o Ice Cream Sandwich? Mais profissionais do que nunca, e em busca de mais usuários. Veja se seu aparelho será atualizado em breve.Steve Kondik, o Cyanogen e o cara por trás das ROMs, publicou um post contando como está sendo feito o processo da criação do CM9 rodando o Android 4.0. Segundo ele, como a mudança da versão 2.3 para 4.0 é enorme, há uma série de drivers gráficos necessários para criar a ROM ideal. E isso depende da liberação de devkits. “Em vários aparelhos, estamos de mãos atadas”, admite. Mas isso raramente é um problema que dura muito tempo dentro da comunidade Android.Sobre os aparelhos, Kondik conta que a evolução está indo muito bem: além de já ter ROMs para o Galaxy Nexus, o Nexus S, o Galaxy Tab 10.1, o Xoom e até para o TouchPad, da HP, ele conta que as coisas estão bem encaminhadas para aparelhos com três tipos de processadores — primeiro aqueles com Exynos (da Samsung, presente no Galaxy S II); depois para as versões S2 e S3 do Snapdragon (7X30 e MSM8660), que contam com aparelhos como o HTC Evo 3D. Ele conta que há uma certa dificuldade para criar a ROM para aparelhos com processador da família QSD8x50 (de aparelhos com o Nexus One e Xperia X10), mas diz que eles devem dar um jeito. Por enquanto, nenhuma menção ao Tegra 2.O bom da mudança radical do Android é que podemos esperar uma mudança radical também no CyanogenMOD. Segundo seu criador, eles começaram tudo do zero, com um código inicial do Google e caminhando aos poucos. Isso pode resultar em “demora”, mas o resultado aparentemente será ótimo:

Trata-se de um processo que consome tempo, mas nos permite repensar tudo. Nós eliminamos o app CMParts, colocando de forma direta no menu de configurações a opção de adicionar custom features. Nós estamos também com o pensamento “just works” quando o assunto é configuração — o CM7 tinha muitas opções que não eram muito utilizadas. Esperamos atingir um bom equilíbrio entre customizações e uma experiência simples, como se o aparelho tivesse saído da caixa. Eu quero que seu telefone ou tablet fique de forma como se ele já tivesse vindo com o CM9.

Um CyanogenMOD menos complexo, mais pensado para não-geeks, e ainda assim cheio de truques e velocidade? Sim, nós queremos. [Cyanogen via Android Central]