Finalmente chegou a Black Friday 2021 — o verdadeiro Natal para o varejo, e também para quem está de olho em algum eletrônico (seja smartphone, jogos, air fryers, TVs e por aí vai).

No ano passado, o evento movimentou R$ 7,72 bilhões, um aumento de 27,7% em relação à edição de 2019, segundo dados da Neotrust/Compre&Confie, empresa de inteligência de mercado.

Mas afinal, como surgiu essa data que tanto movimenta as vendas? O Gizmodo Brasil trouxe a curiosa origem do evento — que, no passado, tinha uma conotação ruim.

O sexto dia

 

No geral, sextas-feiras não costumam ser lá muito bem vistas. O sexto dia remete à morte de Jesus Cristo, por exemplo. Há também a própria “sexta-feira 13”, associada a má sorte – e que motivou filmes como filmes de terror Sexta-Feira 13, com o assassino Jason. A explicação, aqui, é de novo religiosa. A origem dessa pecha este desde que o rei Felipe IV perseguiu os templários (cavaleiros da Igreja Católica) em uma sexta-feira 13 de outubro em 1307.

No sistema capitalista atual, o dia acabou adquirindo uma  ideia mais positiva, já que antecede o final de semana e costuma ser o último dia de trabalho de muitos (o famoso #sextou).

Origem desastrosa

O termo “Black Friday” foi usado pela primeira vez em setembro de 1869, quando os especuladores americanos Jay Gould e James Fisk tentaram dar um golpe na compra e venda de ouro. Com a descoberta da picaretagem, o governo dos EUA precisou aumentar a quantidade de ouro no mercado — o que fez com que os preços caíssem e muitos perdessem investimentos.

Nas décadas de 1950 e 1960, quando a cultura do consumo explodiu nos EUA, a população começou a encher ruas e avenidas em busca das melhores ofertas. Vale lembrar, que no país, é comum comemorar o Dia de Ação de Graças, que é celebrado no final de novembro — e também impulsiona o comércio para as compras de fim de ano.

O sucesso da data

 

Black Friday
Imagem: PA

Foi nos entre os anos 90 e 2000, com o crescimento do neoliberalismo e o início do e-commerce, que a expressão ganhou maior notoriedade e relevância. Também houve o barateamento mundial das mercadorias, quando as fábricas e empresas migraram para países com baixo custo de produção, além do desenvolvimento financeiro do sistema de crédito.

Com isso, a data passou a compor o calendário de compras da sociedade em diversos países. No Brasil, a primeira Black Friday aconteceu em 2010, como uma forma de conter os danos causados pela crise global de 2008.