O que cidades como Nova York, Los Angeles, Londres e Rolândia, município 67 mil habitantes do Paraná, têm em comum? A resposta certa é a seguinte: um museu de cera dedicado a recriar, de forma realista, celebridades do mundo todo.

A versão brasileira mais legal do ultra renomado museu Madame Tussauds, que tem 25 unidades pelo planeta, atende pelo nome de museu Izidoro Armacollo. O lugar conta com uma coleção de estátuas de cera de heróis nacionais e estrelas internacionais. Ayrton Senna, Marilyn Monroe, Martin Luther King. A lista vai longe.

Mas o que chama a atenção, para além do acervo variado, é o tom, digamos, amador das esculturas. Você pode ter uma amostra do que estamos falando no tuíte abaixo.

A usuária do Twitter @mmjubi resolveu compartilhar com seus seguidores as fotos que fez em sua ida ao museu de Rolândia — acompanhadas por comentários honestos sobre a fidelidade das representações. O resultado? Mais de 61,5 mil curtidas na rede social.

Não é a primeira vez que o acervo viraliza. O museu de cera de Rolândia e seu estilo único já ganharam atenção da imprensa e das redes sociais em outras ocasiões. Com uma busca rápida no YouTube, é possível encontrar conteúdos que levam você a um tour pelo seu acervo.

O dono e responsável pelas estátuas é Arlindo Armacollo, de 78 anos. Ele é um empresário, que se dedica ao hobby nas horas vagas. Arlindo já produziu cerca de 24 estátuas em 10 anos, e disse ter dado o museu como “um presente” para a cidade onde nasceu e cresceu.

No início, o artista plástico produzia somente figuras religiosas como um presente para a Igreja Matriz de Rolândia, incluindo figuras como a do Papa João Paulo II e Madre Tereza de Calcutá, logo depois vieram as celebridades.

As esculturas são feitas à mão com cera de abelha temperada com lubrificante e óleo mineral. A pintura é feita com tinta a óleo. Os dentes são próteses compradas de um dentista local. Os olhos são importados, mas as roupas são compradas em lojas de vestuário de Rolândia mesmo. Arlindo Armacollo diz investir cerca de R$ 5.000 para representar cada personalidade.

Aproveitando o retorno do museu de Rolândia aos holofotes, fazemos abaixo um “cara-crachá” das personalidades expostas ali. As fotos são de @mmjubi, via Twitter.

Imagem: Twitter/@mmjubi

Princesa Diana, é você? Vamos combinar: apesar da cara de assustada, a Princesa de Gales continua pomposa. Os olhos azuis não enganam.

Imagem: Twitter/@mmjubi

Chico Xavier, minha gente. Se não fosse pela boina, ficaria quase impossível de identificar. Ou de não confundir com o ator Ney Latorraca.

Imagem: Twitter/@mmjubi

Esta, até os fãs podem ficar na dúvida na hora. Por que será que a atriz americana Marylin Monroe está tão cansada — e tão pálida?

Imagem: Twitter/@mmjubi

Com vocês, ninguém menos que Silvio Santos (ou o Conde Chiquinho Scarpa) e Hebe (com uma boa dose extra de botox, diga-se). O que vale é a intenção, né?

Imagem: Twitter/@mmjubi

Este é para partir o coração das crianças. Kiko, do Chaves, provavelmente chamaria sua mãe e choraria no seu tradicional cantinho se visse essa imagem.

 

Imagem: Twitter/@mmjubi

Falando no universo infantil… o que dizer do Burro, de Shrek? Este está magrinho, tadinho.

Imagem: Twitter/@mmjubi

Roberto Carlos, você não nos engana. Com esse look todo azul, só pode ser você. Te pegamos. Né?

Imagem: Twitter/@mmjubi

E o rei do pop, Michael Jackson? Ele parece ter vivido melhores dias. Mas uma coisa é certa: a escolha pela vestimenta do clipe “Thriller”, aqui, caiu como uma luva. Ou não era pra ser a versão zumbi?