Diversos smartphones top de linha incorporam a tecnologia Quick Charge da Qualcomm, que carrega a bateria mais rápido em relação a métodos convencionais. A versão 3.0, anunciada esta semana, promete uma velocidade de carregamento até quatro vezes maior. Uau.

Essa diferença é ilustrada na imagem abaixo. Em trinta minutos, uma bateria com Quick Charge 3.0 chega a 71%; sem essa tecnologia, ela atinge meros 18%. (Eles usam como referência uma bateria de 2.750 mAh.)

Quick Charge 3

De acordo com a Qualcomm, esta bateria com Quick Charge 3.0 vai de 0% a 80% em cerca de 35 minutos. Isso demoraria quase uma hora e meia no método convencional.

Normalmente, seu gadget recebe energia da tomada a uma tensão fixa, bem menor que o limite máximo da bateria. Isso restringe a menos de 7,5 watts a quantidade de energia que ele pode receber.

O Quick Charge, por sua vez, usa tensão variável para levar mais energia ao gadget, carregando-o mais rápido. Na versão 2.0, ele podia chegar a 24 watts em um conector microUSB, através de quatro níveis distintos de tensão (5V, 9V, 12V e 20V).

O que mudou na versão 3.0? Bem, agora o Quick Charge possui um algoritmo chamado INOV (Negociação Inteligente para Tensão Otimizada) que oferece uma gama ainda maior de tensão – indo de 3,6V a 20V em incrementos de 200mV. Isso significa que ele pode ajustar melhor o nível de energia que a bateria recebe, carregando-a 38% mais rápido em relação ao Quick Charge 2.0.

Isso não pode desgastar a bateria com o tempo? A Qualcomm explica que “a tecnologia tradicional para carregamento das baterias não chega nem perto dos limites máximos de energia nas baterias grandes atuais”, por isso é possível usar tensões maiores. Além disso, todo dispositivo é testado antes de receber o selo Quick Charge, e possui proteção contra picos de tensão, de corrente e de temperatura.

O Quick Charge 3.0 é compatível com portas USB tradicionais, microUSB, USB Type-C reversível e conectores proprietários. Ele pode ser implementado caso o dispositivo use processadores Snapdragon 820, 620, 618, 617 ou 430.

Para atingir as velocidades de carregamento maiores, ele exige um carregador especial. No entanto, ele é retrocompatível com modelos anteriores: ou seja, se você possui um carregador Quick Charge 2.0, poderá carregar a bateria de um dispositivo na versão 3.0 (porém a velocidades menores).

Existem mais de 40 dispositivos móveis compatíveis com o Quick Charge 2.0, incluindo o LG G4, Nexus 6, Moto X e Galaxy Note 4. Dispositivos com Quick Charge 3.0 serão lançados no ano que vem.

[Qualcomm via Android Police]