Há algo muito gratificante em fazer seus próprios gadgets. E mesmo antes que o Project Ara vire realidade, você já pode montar seu próximo smartphone: que tal usar um Raspberry Pi?

Lançado em 2012, o Raspberry Pi Model B é um pequeno computador que roda Linux com seu processador ARM11 de 700MHz. Ele tem 512 MB de RAM, duas portas USB, porta Ethernet, entrada para cartão SD, saída de áudio e HDMI.

Nós já vimos um tablet baseado em Raspberry Pi, então um smartphone é o próximo nível. Como explica David Hunt no vídeo abaixo, basta reunir US$ 158 em componentes e montar um aparelho que faz ligações e roda Quake III.

E no Brasil, quanto custaria essa brincadeira? Por aqui, o Raspberry Pi é vendido oficialmente pela Farnell Newark, que cobra cerca de R$ 190 por ele, já incluindo o imposto de importação. (Nos EUA, ele custa US$ 39,95, mas importá-lo pode ser um problema.) A maioria dos componentes está disponível em reais apenas via sites como MercadoLivre e AliExpress, então tiramos de lá nossas estimativas de preço.

Para montar o PiPhone, você vai precisar de:

  • Raspberry Pi Model B – US$ 40 (R$ 190)
  • tela sensível ao toque PiTFT com 320 × 240 pixels – US$ 35 (R$ 100)
  • bateria de lítio com 2.500 mAh – US$ 15 (R$ 70)
  • módulo SIM900 GSM/GPRS – US$ 48 (R$ 180)
  • conversor boost DC-DC 3,3V-5V 1A – US$ 10 (R$ 20)
  • cabos, conectores, interruptor etc. – US$ 10 (R$ 30)

Somando tudo, temos R$ 590, sem contar frete ou gastos do tipo (David também não contou). Claro, você poderia comprar um Moto G ou Lumia 520 com esse dinheiro, mas a ideia aqui é montar seu próprio gadget.

O PiPhone pode não ser bonito, mas com certeza funciona; é realmente uma façanha. As instruções de como fazê-lo estão no link a seguir (e nesta versão em cache): [David Hunt]

Fotos por David Hunt