Foi o que eu fiquei me perguntando depois de jogar ‘Splosion Man, novo joguinho para o Xbox Live Arcade (por US$ 10, vale bem a pena). A minha conclusão é que os jogos difícies por design são cada vez mais raros – os que testam teu reflexo e te fazem resolver puzzles rápidos. Por quê?

Num exercício de autopromoção descarada, convido vocês a ler o textinho que escrevi sobre o assunto, espécie de minirresenha filosófica, no Continue, o melhor blog de games feito por um tradutor do Gizmodo do Brasil! [Aqui] [Valeu, Bracht!]