Outubro foi mês de gadget novo: Windows Phone 7, Nokia N8 e os novos MacBooks Air chegaram, de uma forma ou de outra, neste mês. Mas não foi só isso: em outubro também falamos de eleições, de McLanches Felizes e de um certo extraterrestre que incentivou a busca de conhecimento.

1. Eleições 2010: Foi no mês de outubro que o Brasil escolheu Dilma Roussef para presidir o país, e o Gizmodo Brasil aproveitou a ocasião para dar um belo puxão de orelhas nos “partidários” que mais pareciam membro de torcidas organizadas. A tecnologia usada na eleição e na apuração dos votos ganhou elogios, mas o uso que as pessoas fizeram das tecnologias do dia-a-dia para discutir política de forma pouco prática e cívil mereceu repreensão em um texto que rendeu mais de 200.000 visualizações e 500 comentários.

2. Novos MacBook Air: Falou-se muito de Apple no décimo mês do ano, graças ao lançamento do novo modelo do seu notebook mais magrinho — agora praticamente um netbook — e às primeiras informações concretas sobre o OS X Lion. Alguém aí já foi atrás de um Air novo?

3. Windows Phone 7 chega, enfim: Depois de meses de expectativa e prévias, em outubro a Microsoft finalmente põe no mercado os primeiros aparelhos com o seu novo sistema operacional, trazendo enfim alternativas viáveis e originais aos Androids e iOSs da vida.

4. Nokia N8 no Brasil: O lançamento mais esperado da Nokia durante o ano todo também chegou ao país em outubro. Os reviews não foram positivamente unânimes, mas muitos usuários acharam o que gostar no novo aparelho da finlandesa.

5. A polêmica do McLanche Feliz: Uma popular lenda urbana tomou a internet de assalto no mês do dia das bruxas: a do hambúrguer do McDonald’s que simplesmente não apodrece, não se decompõe, não fica nem feio, mesmo sendo deixado ao ar livre por meses. Alguém fez o experimento, o McDonald’s respondeu, e, por fim, uma outra pessoa, mais adepta do método científico do que de crenças populares, resolveu e explicou tudo sob os olhos da ciência: ele não apodrece mesmo, e na verdade não há nada de errado nisso.

Bônus: Bilu, o ET brasileiro. Que o seu ensinamento encontre muitos adeptos em 2011: “busquem conhecimento”.