Estamos nos preparando para mais um ano aqui no Gizmodo, e para nos tornarmos cada vez melhores, precisamos ouvir o que vocês querem. O que chamou mais a atenção de vocês em 2010? Estes são os 10 posts mais lidos de 2010 – você vai se surpreender com quem está em primeiro lugar.

10. Nokia N8 é oficial (56.097 leituras): todos aguardávamos ansiosamente a nova cartada da Nokia no mundo dos smartphones. Depois do fracasso do N97, a finlandesa precisava de um aparelho potente e capaz de concorrer com iPhones e Androids. Eis que, em abril, o N8 é oficialmente anunciado: design renovado, câmera impressionante… e Symbian. Sim, o Symbian^3 é um avanço, mas como vimos em nosso frankenreview, “ele simplesmente não se compara a facilidade de uso, suavidade e polidez dos sistemas operacionais competidores”. Mas, com as mudanças no alto escalão e o Meego chegando, 2011 será um ano interessante para a Nokia.

9. Qunto custa de verdade o iPhone 4 no Brasil? (59.434 leituras): O iPhone 4 chegou ao Brasil em agosto, e muita gente queria ter o seu. Mas entre tantas opções de operadoras e planos, como adquirir a melhor opção? Nós ajudamos você com uma planilha para calcular o custo total de posse durante 12 meses, e com tabelas para comparar opções entre as operadoras. Ano que vem teremos mais comparações do tipo, mas você já pode usar nossa planilha melhorada agora mesmo.

8. Atriz pornô de dia, programadora nerd de noite (59.530 leituras): Jelena Jensen surpreendeu todo mundo mostrando que mulheres gostosas e nerds existem, sim, fora da nossa imaginação. E ela ainda é atriz pornô! É muita coisa boa numa mulher só. Será que a gente acha outra Jelena no ano que vem?

7. O que é exatamente um doutorado? (64.435 leituras): Matt Might, professor de Ciência da Computação na Universidade de Utah, explicou da forma mais clara e elegante possível o que significa avançar nos estudos até chegar no pós-doutorado – e agora você já sabe.

6. iPad é revolucionário, mas faz pouco sentido no Brasil (66.292 leituras): o iPad é mesmo um produto revolucionário. Muito geek reclamou, chamou de iPod Touch gigante, mas nós esperávamos que o iPad fizesse sucesso: como ele podia ser usado facilmente por qualquer pessoa, tinha uma interface de uso e compra de apps e conteúdo já conhecida, e era barato nos EUA, o iPad era um ótimo instrumento de consumo de conteúdo lá. Mas no Brasil? Aqui, a experiência de comprar conteúdo ou é insatisfatória ou requer gambiarra, é um perigo andar com gadgets caros no Brasil, e o iPad com certeza custaria os olhos da cara. E com tanta coisa faltando, era melhor esperar pelo iPad 2 ou pelos concorrentes.

O tempo foi passando, e entendemos porque o iPad é do jeito que é (mais sobre isso no próximo item), a concorrência não trouxe um tablet à altura (só o Galaxy Tab, talvez), e muitos brasileiros compraram iPads no exterior mesmo – já que ele chegou no Brasil só este mês. No fim, a experiência de consumir (e criar) conteúdo no iPad – ler, jogar, criar música, editar fotos – faz o tablet da Apple valer a pena. Mas claro, depende do seu uso.

5. 8 coisas idiotas que estragam o iPad (108.854 leituras): Oito? Nós listamos dez! Como a Apple teve coragem de lançar um tablet sem entrada USB, sem multitarefa, sem câmera, sem Flash? A tela nem é widescreen, como estamos acostumados, e tem aquela borda gigante. Até o nome iPad é bisonho, porque lembra absorvente íntimo nos EUA.

Aí os concorrentes resolveram colocar tudo isso que faltava no iPad… e, na maior parte, falharam. Em telas grandes, o formato widescreen é ótimo para vídeos, mas ruim na formatação de conteúdo (como páginas da web na vertical) e na hora de segurar. O Flash faz cada vez menos falta, já que muitos sites adotaram o HTML5 ou fizeram apps exclusivos para o iPad, e a multitarefa chegou recentemente ao tablet da Apple. E a borda grande tem sua razão de ser – não tocar acidentalmente na tela – e foi usada na concorrência também. Claro que o iPad tem seus problemas, mas a Apple acertou em cheio no que mais importa: a experiência de uso – algo que câmeras e entrada USB não poderiam substituir.

4. Como comprar o iPhone 4 antes do lançamento no Brasil (126.197 leituras): o iPhone 4 foi lançado em junho nos EUA, mas muita gente no Brasil queria ele agora, então ensinamos como comprá-lo. Quando o iPhone 5 estiver aí, você já sabe o que fazer.

3. Aplicativos essenciais para Android (131.821 leituras): Nossa lista de apps essenciais para o Android recebe a medalha de bronze entre todos os posts do Gizmodo em 2010. Ainda recomendamos esta lista para quem está entrando agora no mundo do robozinho – além dos apps da semana para Android, claro – e lançaremos uma nova lista com apps e jogos em 2011.

2. Este é o novo iPhone (155.927 leituras): O grande furo de reportagem do Gizmodo em 2010 foi o vazamento do iPhone 4, dois meses antes do lançamento. A Apple é conhecida por manter em completo segredo seus produtos em desenvolvimento, mas depois que um funcionário da empresa esqueceu um protótipo do novo iPhone em um bar, pudemos ver as grandes mudanças de design que viriam na próxima versão do smartphone da Apple. Teve gente duvidando que era real, achando que o vazamento foi proposital (não foi), mas tudo o que mostramos se confirmou no lançamento do iPhone 4, em junho.

Peraí, mas este post está em segundo lugar? Então quem ficou em primeiro? Que rufem os tambores…

1. Google Street View captura o que não gostaríamos de ver (210.426 leituras): Sim, o post mais lido de 2010 foi made in Brazil, mostrando um cara morto no asfalto, capturado pelas câmeras do Street View – que tinha acabado de ser lançado no Brasil, em setembro. Mas este post teve uma audiência atípica: cerca de 75% dos visitantes vieram de fora do Brasil, porque a imagem causou curiosidade no mundo todo e fomos um dos primeiros sites a postá-la. Assim, meus caros, este post recebe a medalha de ouro como o post mais lido no Gizmodo em 2010.


Em uma análise rápida, conseguimos perceber algumas tendências: dos 10 posts mais lidos, 6 são posts longos (análises e listas), e 5 foram feitos inteiramente no Brasil. Então traremos mais análises, reviews e Giz Explica no ano que vem, reforçando o conteúdo made in Brazil. Interessante notar também que, dos 10 posts acima, 5 tratam de produtos da Apple. Muita gente reclama da maçã, diz que falamos demais da empresa, mas não tem jeito: muita gente se interessa pela Apple e pelos seus produtos. Em 2011, vamos continuar cobrindo as maiores empresas do mundo da tecnologia do jeito que fazemos hoje: destacando não uma ou outra empresa, mas produtos e ideias relevantes e que tenham impacto.

E os posts que quase entraram na lista? O iPad 3G funcionando de boa no Brasil, antes de seu lançamento oficial; nosso Giz Explica sobre câmeras; a ressurreição da porta paralela; e os dois grandes lançamentos com Android – o Samsung Galaxy S no Brasil, e o HTC Evo 4G nos EUA.

Teremos várias novidades ano que vem, então fiquem ligados no Gizmodo 2011!

Imagem inicial via