Se você não pode ir à Nova York ver a bola da Time Square descer no Réveillon, não se preocupe: o evento vem até você. A imobiliária que organiza o evento vai recriar tudo no metaverso. 

A empresa Jamestown, conglomerado imobiliário que é dono da torre One Times Square, irá aproveitar o engajamento que tem na vida real e irá fazer um grande evento no metaverso para celebrar a virada do ano. 

O imóvel será construído no mundo virtual Decentraland, e ocupará 170 lotes. O plano foi confirmado na última quarta-feira (29) e saiu do papel graças a uma parceria da empresa com a Digital Currency Group (DCG), um dos apoiadores do jogo Decentraland, e de seus tokens digitais oficiais: a MANA e a LAND. 

Jamestown, proprietária da One Times Square, lançou o evento (chamado VNYE) no ano passado como uma nova forma de comemorar a véspera de Ano Novo em meio à pandemia e ao cancelamento das comemorações presenciais. No total, o VNYE atingiu mais de 3,7 milhões de pessoas em todo o mundo em 2021.

“Criamos o VNYE para ampliar a experiência da véspera de ano novo e manter o mundo ligado a Times Square quando o acesso estava limitado”, disse Michael Phillips, presidente da Jamestown, em comunicado à imprensa. “Em sua segunda iteração, o VNYE complementa o retorno das comemorações presenciais e será um destino por si só: um mundo virtual imersivo onde pessoas de todo o planeta podem se reunir para celebrar o Ano Novo”.

Imagem: Jamestown/DCG/Divulgação

No metaverso do VNYE, os usuários podem criar avatares personalizados, explorar áreas da Times Square, coletar confetes para ganhar pontos (que podem trocar para personalizar avatares) e visitar a plataforma de observação em One Times Square para observar do alto o mundo virtual da Times Square.

Dentro da One Times Square, os usuários podem descobrir três jogos: Dance World, onde podem mostrar suas habilidades de dança; Nature World, onde é possível trazer ver a natureza e se envolver em pesquisas destinadas a coletar peças da icônica esfera da véspera de Ano Novo; e Zero G, onde os usuários podem viajar pelo mundo graças a uma experiência que utiliza slides, visitando atrações importantes e ganhando pontos e recursos adicionais.

A Jamestown preferiu não divulgar quanto gastou para reconstruir o seu imóvel no metaverso. Contudo, o projeto é considerado pela companhia como parte de sua estratégia no campo dos ativos digitais.

A partir de 31 de dezembro de 2021, os usuários podem escolher entre transmissões ao vivo de 11 câmeras na Times Square e transmissões ao vivo de sete EarthCam, que permitirão que eles acompanhem as celebrações do Ano Novo em várias partes do mundo.

À meia-noite da passagem de ano, os utilizadores poderão saudar a chegada do novo ano no metaverso da Times Square com uma celebração virtual marcada pela descida da esfera e um espetáculo pirotécnico.