Mesmo com o monte de usos possíveis que você pode dar para um iPad, uma área em que ele não funciona bem é criação artística. Claro, há vários apps de desenho e pintura, mas eles são prejudicados pela falta de sensibilidade à pressão na tela. A caneta Pogo Connect Stylus tenta preencher este vazio e abrir portas para uma experiência mais artística com o tablet da Apple.

O que é?

Uma caneta stylus de 80 dólares para o iPad que usa Bluetooth para acrescentar sensibilidade à pressão e outras funções a apps compatíveis.

Para quem é?

Desenhistas, ilustradores, gente que anota muita coisa — qualquer um que procure uma experiência de “caneta no papel” mais realista no iPad.

Design

Parece bonita e polida, e combina com os tons prata e preto do seu iPad. Há um botão lateral que funciona como “desfazer” na maioria dos apps. A caneta é ridiculamente gorda, já que isto é necessário para caber uma pilha AAA lá dentro, e ela é meio escorregadia. Faz falta um clip lateral para prendê-la. A aparência é boa, mas gostaríamos de ver mais praticidade.

Usando

Instalar a Pogo é fácil: é só baixar um app gratuito para emparelhamento e apertar um botão para conectar. Cada app compatível tem suas próprias configurações para a caneta, mas, em nossos testes, tudo foi geralmente bem descomplicado, e o emparelhamento não falhou. Há cerca de 15 apps compatíveis, além de vários marcados para chegar “em breve”.

Desenhar com a Pogo é confuso. Ela cumpre a promessa de sensibilidade à pressão com grandes ressalvas. A parte mais frustrante é que, diferentemente de uma stylus comum ou de usar o dedo, você precisa forçar a Pogo para riscar. Se você apenas colocar a ponta na tela do iPad e rabiscar, sem fazer pressão, suas linhas não vão aparecer. É extremamente constrangedor até se acostumar, e derruba o propósito da sensibilidade à pressão.

Outro obstáculo que impede a caneta de ser realmente boa é a função de rejeição às mãos, muito aclamada pela fabricante, mas que não funciona. A Pogo deveria deixar você colocar a mão na tela do iPad enquanto desenha, sem que o aparelho registrasse esse toque e interrompesse seu trabalho. Em todos os apps que testamos que diziam ser compatíveis com esta função, ela não funcionou, simples assim.

A melhor parte

A satisfação de ver uma linha começar grossa e terminar fina no seu iPad é maravilhosa, e acrescenta um novo mundo de possibilidades para um dispositivo já tão útil. Sem a Pogo, a espessura da sua linha aumenta conforme a velocidade — o que, convenhamos, não faz muito sentido.

Falha trágica

Ela não funciona bem o bastante. Quando você está desenhando, a FALTA de pressão é tão importante quanto a pressão. A falta de capacidade da Pogo para registrar os toques sutis, leves e delicados é certamente o calcanhar de Aquiles do gadget.

Isto é estranho…

O botão da Pogo foi colocado onde seu polegar fica ao desenhar ou escrever. Você sempre o aperta sem querer.

Notas do teste

  • Testamos a Pogo com o Adobe Photoshop Touch, o GoodNotes e o Paper.
  • A ponta da Pogo é substitutível, para você poder trocar depois que ela estiver desgastada. A Ten One Design também diz que o topo pode receber upgrades, mas ainda não anunciou upgrade algum.
  • A Ten One Design diz que a Pogo “suporta centenas de níveis” de sensibilidade à pressão. Isto não significa que eles estão sendo usados, ou que os apps são capazes disso.

Você deve comprar?

Apesar de gostarmos da ideia, a Pogo Connect parece incompleta demais para dar 80 dólares. Não esperávamos o poder e versatilidade de um tablet Wacom, mas ela deveria ter mais funcionalidades. Se você é um desenhista casual, a Pogo pode ser bem divertida, mas se você está procurando uma ferramenta que recrie a dinâmica do desenho no seu tablet, pode se decepcionar.

Pogo Connect Stylus

  • Compatiblidade: iPad de terceira e quarta geração; iPad Mini em breve para alguns apps
  • Preço: US$80
  • Gizrank2,5