Não é certeza, mas é a melhor ideia que ouvi de uns tempos pra cá: o leitor eletrônico da Barnes & Nobles rodará o sistema operacional Android, de acordo com a nossa fonte. E ele deveria mesmo rodar, de acordo comigo.

A informação vem de uma pessoa que diz trabalhar para a B&N desenvolvendo aplicativos móveis – seu conhecimento sobre os projetos de aplicativos da rede de livrarias pareceu bem profundo – e faz muito sentido como uma alternativa ao software brutalmente estúpido dos atuais leitores de livros eletrônicos.

Pense nisso. Com tela de seis polegadas, é um aparelho pequeno, e nós já vimos o Android em dispositivos de tamanhos parecidos. Conectividade sem fio embutida no OS. Software e configurações insignificantes e inapropriados poderiam ser facilmente substituídos por versões melhoradas e relevantes. Uma interface personalizada poderia ser facilmente instalada. Aplicativos – ah, doces aplicativos – poderiam ser um belo estouro. E drivers de Android para E-Ink já foram demonstrados em vídeo. Sem mencionar o fato de que a B&N convenientemente se esquivou de lançar um aplicativo para o Android, embora tenha trabalhado em versões do software de ebook para o iPhone e o BlackBerry.

Em outras palavras, isso seria simplesmente fantástico, e é eminentemente plausível. E, pelo que parece, não deve demorar muito.