Já que existe a chance de a Rússia bloquear a Wikipédia no país, os russos estão correndo contra o tempo para baixar os conteúdos antes de a proibição chegar.

Após a criação de um artigo na enciclopédia online falando sobre a invasão russa a Ucrânia, os editores da versão russa da Wikipédia relataram que o Roskomnadzo, órgão regulador russo das comunicações, enviou uma reclamação oficial. Segundo o documento, a página que contém “informações distribuídas ilegalmente”, como o número de baixas de militares, além da morte de civis e crianças ucranianas.

Os russos entenderam o recado. Para muitos, é só questão de tempo para o site ser tirado do país, assim como foi feito com o Facebook e o Instagram, banidos nesta segunda-feira (21) pelo governo russo.

Após a ameaça de censura, dados mostram que os russos começaram a baixar torrents da enciclopédia digital em massa. Atualmente, a Rússia é o país com o maior número de downloads da Wikipédia.

Antes dos conflitos, a enciclopédia não tinha tantos acessos e downloads, após o início da guerra a cerca de um mês, o arquivo de 29 gigabytes que contém uma Wikipédia em russo para download foi baixado 105.889 vezes, apenas durante a primeira quinzena de março. O total representa um aumento de mais de 4.000% em comparação com os primeiros 15 dias de janeiro.

Assine a newsletter do Gizmodo

Segundo a agência Reuters, o governo exige que a versão russa da Wikipédia remova imediatamente as informações do artigo, nomeado como “invasão russa da Ucrânia (2022)”. Caso a determinação não seja cumprida, o Roskomnadzor determinará o bloqueio total da enciclopédia digital na região.