A Samsung enfim vai lançar o Galaxy Note 10.1, tablet anunciado em fevereiro. Mas este não é o mesmo Note que vimos antes: a Samsung atualizou o hardware. Ela vai lançá-lo até o final do mês “no mundo inteiro”.

Este tablet é voltado para um nicho: artistas e designers. O grande destaque é a caneta S Pen, sensível à pressão, e a interface feita para ela.

O Note 10.1 roda dois apps lado a lado, ao mesmo tempo: assim, você pode ler uma página da web de um lado, e escrever suas anotações do outro. Há um app para tomar nota com oito modelos (receita, memorando, diário…); assim como no Galaxy Note original, você pode acessá-lo de qualquer lugar do sistema, usando a caneta. E o tablet acompanha o Adobe Photoshop Touch, para você editar fotos no tablet sem precisar dos dedos.

No hardware, quais as novidades? Agora o Galaxy Note 10.1 tem processador quad-core de 1,4GHz, além de 2GB de RAM e uma câmera traseira melhor, de 5MP, além da câmera frontal de 1,9MP para videochamadas. A resolução da tela de 10,1″, no entanto, continua em 1280×800 pixels. Ele também tem um IR blaster, que permite usar o tablet como controle remoto via infravermelho.

O Galaxy Note 10.1 roda Ice Cream Sandwich – nada de Jelly Bean por enquanto – e estará disponível “globalmente” até o final de agosto, em modelos Wi-Fi e 3G. A Samsung ainda não divulgou o preço. [Gizmodo UK e The Verge]