Lembra que a Samsung preparava um evento para anunciar o tablet Galaxy Note 10.1? Como ele já está à venda no mercado, não havia muita novidade aí. Felizmente, a Samsung aproveitou o evento para dar detalhes sobre o Galaxy Note II no Brasil.

Infelizmente, o aparelho será bem caro no lançamento: R$2.299, mais que o Note original no lançamento. O Galaxy Note II chega às operadoras e ao varejo no final de outubro, como previam nossos colegas do ZTop.

Sim, o preço ficará menos salgado com descontos na operadora: imagino que poucos vão usá-lo no pré-pago. Mas se você quer o novo Note, melhor esperar um pouquinho: a Samsung costuma baixar o preço pouco tempo depois do lançamento – é o que aconteceu com o Galaxy S III, por exemplo. A Samsung também diz ao Ztop que o Galaxy Note original continua a ser vendido no Brasil, mas a um preço menor.

O Samsung Galaxy Note II possui tela Super AMOLED de 5,5″ com resolução 1280×720, processador quad-core de 1,6 GHz, 2GB de RAM, 16GB de armazenamento (mais suporte a microSD), câmera de 8 megapixels (mais frontal), e bateria de 3100mAh. O aparelho já roda Jelly Bean, personalizado com a Nature UX da Samsung. E claro, ele vem com a caneta S Pen.

Eu testei o aparelho na feira IFA, e senti que o Note II ficou mais humano. Sim, ele ainda é enorme, mas você pode realmente segurá-lo e usá-lo com uma só mão, por exemplo: ele é menos largo devido à proporção 16:9 e às bordas mais finas. O desempenho, como esperado, é bastante rápido, e não notei engasgos na interface. E a canetinha também ficou melhor de segurar, e ganhou alguns truques novos – alguns bacanas, outros inúteis. Veja todas as impressões sobre o Galaxy Note II em nosso hands-on.

Galaxy Note 10.1

O tablet Galaxy Note 10.1, com sua tela de 10,1″ e caneta S Pen, foi anunciado ontem pela Samsung mas já está à venda no varejo. O preço sugerido é de R$1.899, mas você o encontra por menos.

O tablet tem processador quad-core de 1,4 GHz, 2 GB de RAM e 16 GB de espaço interno. Ele acompanha uma stylus de 1024 pontos de pressão, feita em parceria com a Wacom. O Note 10.1 roda Android 4.0 ICS, adaptado pela Samsung para a caneta: por exemplo, é possível exibir dois apps ao mesmo tempo na tela – o navegador e o bloco de anotações, por exemplo.

Em reviews, o desempenho do Galaxy Note 10.1 deixou a desejar, com travadinhas aqui e ali. Os apps divididos na tela, por sua vez, são limitados: não é todo app que funciona em tela dividida, e quando funcionam, eles podem ficar lentos. E por enquanto, ainda há poucos apps que aproveitam o potencial da S Pen, fora o Photoshop Touch e os da própria Samsung. Mas se você quer um tablet com caneta e tecnologia Wacom, ele pode ser para você. [Ztop e Info]