O lançamento do Galaxy Note 7 foi um desastre completo: após receber críticas inicialmente favoráveis, o aparelho ganhou as manchetes por relatos de combustão espontânea em bolsos, carros, casas e aviões. A Samsung fez um confuso programa voluntário de troca, e depois um recall oficial – só que as notícias ruins ainda não pararam.

Samsung se precipitou com o Galaxy Note 7 para contra-atacar novo iPhone, diz Bloomberg
O principal motivo pelo qual baterias explodem e pegam fogo



Segundo o Wall Street Journal, a Samsung está investigando queixas de consumidores cujos aparelhos de substituição estão superaquecendo.

Pessoas que substituíram adequadamente seus Note 7 por um novo sem a bateria problemática dizem que o celular fica quente demais até para segurar durante uma ligação. Em alguns casos, a Samsung teve de substituir os aparelhos de substituição.

Isso é um problema porque, segundo a própria Samsung, 90% dos clientes no recall preferiram trocar o smartphone por outro Note 7 sem o problema de bateria (em vez de um S7 mais a diferença no preço).

Leitores do Gizmodo também relataram uma série de problemas no próprio processo de substituição nos EUA. Um proprietário do Note 7 ligou para o atendimento ao cliente da operadora Verizon apenas para ser informado que deveria ligar para a Samsung; a fabricante, em seguida, disse que ele deveria entrar em contato com a Verizon.

“Eu não tenho ideia do que esperar”, disse o leitor ao Gizmodo, depois de finalmente pedir um novo aparelho através da Verizon. “A Samsung me tratou como lixo, e tudo isso decorre do fato de eu ter comprado este aparelho [através de um] terceiro.”

Outro leitor também se queixou sobre a tentativa de substituir seu Note 7 na Verizon durante o recall.

“Se você tiver qualquer atraso na conta, eles não podem nem vão sequer tocar no aparelho”, disse o leitor por e-mail. “Além disso, se o aparelho foi comprado on-line, espere por uma surpresa em sua conta bancária: quando você realiza a ‘devolução’, eles fazem a cobrança novamente depois de supostamente reembolsar o que você pagou.”

As vendas do Galaxy Note 7 foram suspensas mundialmente, e a Samsung lembra que “o produto ainda não foi comercializado no Brasil e seu lançamento será adiado”.

[Wall Street Journal]

Foto por AP