Seja um(a) desenvolvedor(a) de software: confira os melhores cursos do IGTI para se especializar e as possibilidades de carreira

Está buscando especializações para ingressar no mercado de desenvolvimento de software? O IGTI tem as melhores opções de cursos para você!

Você conseguiria imaginar viver num mundo hoje sem nenhum tipo de software? Nós não. Essas ferramentas são encontradas em computadores, celulares, tablets, sistemas de gestão empresarial, entre outros.

Possuem diversas finalidades e nos auxiliam em tarefas variadas, das mais simples às mais complexas. E por trás dessas ferramentas incríveis, existe a figura do desenvolvedor de software que faz tudo isso acontecer.

Por isso, hoje vamos falar sobre essa profissão tão importante no mercado de trabalho atual e, ao fim, daremos dicas de especializações completas no IGTI para que possa se qualificar e atuar na área.

Vamos lá?

O que faz um desenvolvedor de software?

O desenvolvedor de software é o profissional responsável por projetar aplicações como jogos digitais, ferramentas de gestão, aplicativos web e/ou mobile, sites e demais projetos.

Diferentemente do programador, que atua na etapa de codificação, o desenvolvedor de software está envolvido no projeto por completo: desde a concepção até os testes e aprovação dos clientes.

No dia a dia de trabalho, os profissionais atuam coletando informações, concebendo protótipos, testando e ajustando falhas em aplicações, realizando manutenções e agindo para manter a funcionalidade da aplicação para usuários.

Para organizar suas funções, os projetos são divididos em etapas e podem contar com diferentes metodologias como Agile e a Linear em cascata.

Quanto um desenvolvedor ganha?

De acordo com o site Glassdor, a média salarial de um desenvolvedor de software no Brasil é de R$ 4.638.

É uma profissão muito valorizada e requisitada, com salários acima da média até mesmo para quem está iniciando na carreira.

Abaixo, segue a média salarial por mês de acordo com a posição:

E ainda, os salários podem variar de acordo com a especialidade do desenvolvedor.

Um desenvolvedor mobile ganha em média R$ 4.743, enquanto um desenvolvedor Back-End tem um salário médio de R$ 4.955, e já o desenvolvedor Front-End fatura em média R$ 3.660.

Em quais áreas o desenvolvedor pode trabalhar?

A carreira de desenvolvimento de software é bastante flexível e adaptável, por essa razão, apresenta muitos caminhos possíveis para quem deseja trabalhar no setor.

O desenvolvedor pode, inclusive, optar por regimes diferentes de trabalho: freelancer ou contratação fixa.

Conheça algumas áreas de atuação do desenvolvedor de software:

Desenvolvimento Mobile

Nesta área, o desenvolvedor se dedica a criar aplicativos para dispositivos móveis, como celulares Android e iOS, e tablets. É um campo em grande ascensão, considerando que cada vez mais utilizamos os celulares para funções diversas, até mesmo para trabalhar.

Desenvolvimento de Jogos

Quem trabalha nesta área desenvolve jogos para plataformas como web, consoles e mobile. São softwares com recursos audiovisuais de qualidade, criando uma atmosfera dinâmica e interativa para usuários.

Desenvolvimento Front-End

Este profissional se empenha em desenvolver a parte visível do site, a interface com a qual o usuário interage, estabelecendo códigos que os navegadores podem interpretar nas páginas. O desenvolvedor Front-End atua muito com noções de User Experience, User Interface e Design.

Desenvolvimento Back-End

Já no desenvolvimento Back-End, o profissional cuida da estrutura interna de aplicações. É essa parte a responsável pela funcionalidade dos recursos, respondendo aos comandos enviados por usuários, garantindo a segurança de bancos de dados e agilidade no retorno.

Desenvolvimento Full Stack

O desenvolvedor Full Stack atua em Front-End e Back-End, cuidando do fluxo completo de aplicações e acompanha todas as etapas do processo. É um profissional com um conhecimento mais geral sobre as técnicas, o que o torna bastante versátil.

Desenvolvimento Web

Nesta área, o desenvolvedor cria aplicações na web como lojas virtuais, sites e blogs, identificáveis por uma URL. O profissional precisa garantir que as aplicações rodarão em navegadores como Safari, Google Chrome e Firefox.

Quais habilidades um desenvolvedor deve possuir para ingressar no mercado?

O melhor jeito de ingressar no mercado é se preparando com especializações, assim poderá demonstrar na prática o que sabe e o que é capaz de fazer.

Com muito aprendizado e prática, você vai potencializar as principais habilidades requeridas de um desenvolvedor de software. Entre elas estão o conhecimento de linguagens de programação como Java e Python, frameworks de desenvolvimento e codificação.

Além disso, é primordial que o profissional tenha capacidade para solucionar problemas, caráter comunicativo, resiliência, atenção a detalhes e flexibilidade.

E se você está buscando por especializações, o IGTI possui diversas formações para quem deseja trabalhar como desenvolvedor, aperfeiçoando habilidades específicas, que incluem cursos Bootcamps e de pós-graduação.

As inscrições vão até o dia 18 de novembro.

Confira abaixo:

Bootcamps

Desenvolvedor(a) Python

Especialize-se para desenvolver aplicações web, realizar análise de dados e empregar técnicas de programação reativa com a linguagem Python.

Conheça a ementa do curso aqui.

Desenvolvedor(a) Front-End

Com esta formação, você vai se qualificar para criar e gerenciar o Front-End de aplicações, utilizando a popular linguagem Java Script e as principais ferramentas Angular e Vue.

Conheça a ementa do curso aqui.

Desenvolvedor Mobile – Multiplataforma

Aqui, você aprenderá sobre técnicas de programação para desenvolver aplicativos com React Native e Flutter, usando as linguagens Dart e Java Script.

Conheça a ementa do curso aqui.

Desenvolvedor(a) NODE.JS

Qualifique-se para trabalhar com uma das principais ferramentas usadas hoje, o NODE.js, assimilando e aplicando boas práticas de codificação e integração de banco de dados.

Conheça a ementa do curso aqui.

Desenvolvedor(a) React

Capacite-se para exercer funções de desenvolvimento, codificação e integração, usando o React, uma das principais ferramentas do mercado.

Conheça a ementa do curso aqui.

Pós-graduações

MBA em Arquitetura de Software e Soluções

Esta formação tem o objetivo de te capacitar para projetar arquiteturas de software de acordo com os requisitos, padrões e estilos necessários, além de oferecer a qualificação para liderar equipes técnicas em diferentes cenários.

Conheça a ementa do curso aqui.

MBA em Desenvolvimento Front End

Com este curso, você aprenderá a resolver problemas com a Visão Computacional, trabalhando com os principais frameworks e aplicando algoritmos de aprendizado de máquina.

Conheça a ementa do curso aqui.

MBA em Desenvolvimento Full Stack

Capacite-se para criar e gerenciar sistemas de Back-End e Front-End, com o auxílio da linguagem Java Script e as ferramentas mais usadas atualmente.

Conheça a ementa do curso aqui.

MBA em Desenvolvimento Mobile

Qualifique-se para aplicar técnicas e estratégias de desenvolvimento mobile, acessando as melhores tecnologias e atendendo às exigências do mercado.

Conheça a ementa do curso aqui.

Acesse o site do IGTI e confira todas as opções disponíveis para quem busca se qualificar como um profissional de TI que o mercado busca.

Publicação atualizada na tarde do dia 18 de outubro.

Sair da versão mobile