A Apple deve abandonar a porta Lightning e adotar o USB-C em alguns (ou todos) modelos de iPhones lançados a partir de 2023. A informação foi revelada por Ming-Chi Kuo, um conhecido analista responsável por vários vazamentos da empresa da maçã.

Segundo Kuo, a novidade pode ter sido motivada por um novo projeto de lei da União Europeia que pretende forçar as fabricantes de celular — incluindo a Apple — a adotar o padrão USB-C. A medida visa diminuir a quantidade de lixo eletrônico no bloco de países.

Será o fim do Lightning? Apple deve lançar iPhones com porta USB-C
Imagem: Apple/Divulgação

Vale lembrar que a Apple já possui vários dispositivos com a porta USB-C, como MacBooks e a maior parte da linha de iPads, por exemplo. Porém, a empresa ainda resistia em trocar o padrão em iPhones.

Além de evitar que a Apple tenha que fabricar um mesmo iPhone com dois tipos de entrada — sendo uma delas exclusiva para a Europa — a ideia é que o USB-C seja padronizado globalmente a partir do iPhone 15. A mudança é considerada bem-vinda, pois o novo padrão proporciona maiores velocidades de carregamento, assim como de transferência de dados.

A inevitável aposentadoria do Lightning em iPhones

O cabo Lightning tem sido o padrão para os telefones da Apple desde o iPhone 5, lançado em 2012, substituindo o antigo conector Dock. Porém, desde a remoção da entrada de fones de ouvido, especulava-se até quando a Apple manteria o Lightning nos aparelhos.

Segundo apontou o site MacRumors, a hipótese inicial era que a empresa manteria o cabo proprietário até que a tecnologia de carregamento por indução estivesse madura o suficiente para que os iPhones passassem a ser vendidos sem o conector do carregador ou qualquer outro tipo de entrada. Essa especulação, claro, ainda não deve ser descartada em futuros aparelhos, mesmo que a empresa adote o USB-C a partir da linha 15.