Cultura

Quais filmes mais passaram na Sessão da Tarde – e outras curiosidades dos 50 anos do programa

Filmes mais frequentes e mais; veja nove curiosidades sobre os 50 anos da "Sessão da Tarde", da Rede Globo
Imagem: Reprodução/Globo

Conhecida nos lares das famílias brasileiras há décadas, a “Sessão da Tarde” completou 50 anos este ano, em 4 de março de 2024, ganhando uma programação especial na Rede Globo. O programa – que exibe esta semana filmes de romance, infantis e mais -, ajudou a amplar o acesso ao cinema no Brasil e ainda formou gerações de apaixonados pela sétima arte.

Galaxy Tab S9 FE, Lavanda, Wifi, 10.9", 128 GB, 6 GB RAM, Câmera Principal 8 MP, Câmera ...
R$ 2.660

Conheça a história e curiosidades da “Sessão da Tarde” com o Giz Brasil:

Quando surgiu a “Sessão da Tarde”?

A “Sessão da Tarde”, da TV Globo, foi ao ar pela primeira vez em uma segunda-feira, no dia 4 de março de 1974, às 15h. A exibição substituiu o “Sessão de Férias” na programação da emissora.

Qual foi o primeiro filme?

No início, os filmes exibidos eram diferentes no Rio de Janeiro e em São Paulo. Em SP, o primeiro filme da “Sessão da Tarde” foi “Oito e Meio”, uma comédia dramática italiana de 1963. Enquanto isso, o estreante no Rio foi a comédia de aventura norte-americana “Os Perigos de Paulina”, de 1967.

Filmes mais frequentes

Nem só de “A Lagoa Azul” vive a “Sessão da Tarde”. Em fevereiro de 2018, a Globo declarou, nas redes sociais, que “Ghost: Do Outro Lado da Vida”, era o filme mais exibido nas tardes do canal até então: foram 25 vezes, desde 1993. O clássico dos anos 80 “A Lagoa Azul”, por sua vez, já tinha ido ao ar 20 vezes, a partir de 1987.

Em 50 anos de “Sessão da Tarde”, a sequência “De Volta à Lagoa Azul” marcou presença mais de 15 vezes. O mesmo vale para outros longas de sucesso, como “Curtindo a Vida Adoidado”, “Um Príncipe em Nova York”, “De Repente 30”, “Encontro de Amor”, por exemplo.

Além disso, entre os filmes nacionais, destacam-se os títulos “O Auto da Compadecida”, “A Princesa Xuxa e Os Trapalhões” e “Lua de Cristal”, no ar mais de 10 vezes.

Estreias na TV

Alguns filmes, aliás, foram ao ar pela primeira vez na televisão pela “Sessão da Tarde”. Como por exemplo, “Free Willy”, “O Diário Da Princesa” e “Hércules” nos anos de 1997, 2005 e 2006, respectivamente.

Remakes

Além de estreias, a “Sessão da Tarde” já exibiu os filmes originais que ganharam remakes famosos, como a primeira “A Fantástica Fábrica de Chocolate”, de 1971, com Gene Wilder, e “O Fantástico Dr. Dolittle” (1967), com Rex Harrison. A versão de Eddie Murphy também foi ao ar na Globo em outras ocasiões.

Quantos filmes e telespectadores tem a “Sessão da Tarde”?

De acordo com o diretor de conteúdo da TV Globo, Gabriel Jacome, a “Sessão da Tarde” exibe cerca de 240 filmes por ano. Além disso, diariamente, 20 milhões de pessoas assistem aos longas na emissora, segundo informações do Adoro Cinema.

Como são escolhidos os filmes?

Em entrevista ao G1, em 2019, a Globo revelou que os filmes da “Sessão da Tarde” são decididos por pessoas com a ajuda de um algoritmo que seleciona os longas usando dados de audiência e resultados de pesquisa dos consumidores. Segundo eles, “é proibido passar um filme mais de uma vez em um período de seis meses”.

E os cortes?

Uma das frequentes reclamações do público sobre a “Sessão da Tarde” envolve os cortes constantes nos filmes. No entanto, segundo Jacome, não há muito que se possa fazer a respeito. “Entendemos que foi feito daquela forma por um propósito. Mas trabalhamos com grade linear, então às vezes a duração é comprometida pela programação ao vivo”, disse em 2019.

“A Sessão da Tarde” vai acabar?

Há anos, a “Sessão da Tarde” é alvo de boatos sobre um possível fim, sempre recusados pela Globo. No entanto, em 2022, novos rumores surgiram, afirmando que a emissora estaria testando uma nova programação vespertina, com programas de entretenimento substituindo os filmes. Contudo, a ideia não foi para a frente.

Mesmo com o crescimento das plataformas de streamings, como a Netflix, por exemplo, a “Sessão da Tarde” continua forte. O programa manteve uma audiência média de 11,3 pontos na Grande São Paulo em 2023, muito acima do SBT e da Record, de acordo com o Na Telinha.

O Giz Brasil pode ganhar comissão sobre as vendas. Os preços são obtidos automaticamente por meio de uma API e podem estar defasados em relação à Amazon.
Isabela Oliveira

Isabela Oliveira

Jornalista formada pela Unesp. Com passagem pelo site de turismo Mundo Viajar, já escreveu sobre cultura, celebridades, meio ambiente e de tudo um pouco. É entusiasta de moda, música e temas relacionados à mulher.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas