Uma cidade submersa se tornou a atração mais surpreendente de mergulho do mundo inteiro. Considere economizar dinheiro para uma viagem para o Lago Qiandao, na China, onde você pode mergulhar e conhecer uma metrópole submersa de 1.800 anos de idade.

china drowned city (2)

Perdida após a subida das águas de um lago artificial em 1959, após a construção de uma barragem hidrelétrica na região, a cidade tem “aproximadamente o tamanho de 62 campos de futebol”, explica o DesignTaxi, e inclui nela cerca de 265 arcos de pedra bem preservados.

Ao contrário do que dizem outros sites, a cidade não está “perdida”, e sim foi deliberadamente sacrificada. Um acampamento da Dinastia Han agora parece praticamente um recife, dormindo e lentamente se fossilizando a mais de 30 metros de profundidade.

Como uma variação chinesa da clássica história O Mundo Submerso, de J. G. Ballard, a cidade agora, ironicamente, é um ótimo exemplo bem preservado do urbanismo da Dinastia Han.

Mas este é o destino de todas as metrópoles de costa em uma era de crescimento do nível do mar: se tornar nada além de um destino de turismo para aventureiros do futuro, as ruínas litorâneas de uma civilização global reduzidas a cenários cobertos de areia debaixo do mar?

china drowned city (3)

china drowned city (4)

china drowned city (5)

Se for isso, ao menos nossas ruínas serão belíssimas.

china drowned city (7) china drowned city (6)

Reserve sua viagem pelo Big Blue SCUBA. [FubizDesignTAXI]

Imagens via Fubiz/DesignTAXI/Inhabitat/Wikimedia/Big Blue SCUBA