Cultura

Shakira, Gaby Amarantos e mais: os vencedores do Grammy Latino de 2023: veja lista

Grammy Latino também premiou os brasileiros Martinho da Vila, Eli Soares, Xênia França, Marília Mendonça e mais
Imagem: Latin GRAMMYs/Reprodução

O Grammy Latino de 2023 aconteceu nesta quarta-feira (16) e premiou diversos artistas de vários países, incluindo brasileiros! O evento em sua 24ª edição contou com 56 categorias diferentes.

whatsapp invite banner

Shakira ficou com o prêmio de Música do Ano, com a polêmica “Shakira: Bzrp Music Sessions, Vol. 53”. A canção é cheia de referências ao conturbado relacionamento com o ex-jogador de futebol Gerard Piqué.

Por outro lado, as brasileiras também se destacaram! Gaby Amarantos ganhou em Melhor Álbum de Música de Raízes Portuguesas com “TecnoShow”. Emocionada, ela dedicou o prêmio para os povos amazônidas e às mulheres negras brasileiras.

“Eu sou uma artista da Amazônia. Preciso dizer que precisamos cuidar da nossa floresta amazônica. Recebo com muita alegria e honra esse prêmio, quero dedicar a todas as mulheres negras do Brasil”

Gaby Amarantos

View this post on Instagram

A post shared by Gaby Amarantos (@gabyamarantos)

“Decretos Reais”, projeto póstumo de Marília Mendonça, também foi premiado no Grammy. A equipe responsável pelo legado da cantora comemorou.

“Nós escolhemos continuar o trabalho, ir lá com seus desejos para nunca mais ouvir que ela não estava mais aqui”, escreveu a conta oficial no Instagram

Além disso, Xênia França, Eli Soares, Planet Hemp, Criolo, Martinho da Vila e João Donato também foram premiados no Grammy.

Confira a lista de vencedores do Grammy Latino 2023: 

Gravação do Ano

  • “De todas las flores” — Natalia Lafourcade

Álbum do ano

  • “Mañana Será Bonito” — Karol G

Canção do Ano

  • “Shakira: Bzrp Music Sessions, Vol. 53” — Bizarrap feat Shakira

Melhor Artista Revelação

  • Joaquina

Melhor Álbum Pop Vocal

  • “Tu Historia” — Julieta Venegas

Melhor Álbum Pop Vocal Tradicional

  • “Décimo Cuarto” — Andrés Cepeda

Melhor Canção Pop

  • “Shakira: Bzrp Music Sessions, Vol. 53” — Bizarrap feat Shakira

Melhor Fusão/Interpretação Urbana

  • “Tqg” — Karol G feat Shakira

Melhor Interpretação Reggaeton

  • “La Receta” — Tego Calderon

Melhor Álbum de Música Urbana

  • “Mañana Será Bonito” — Karol G

Melhor Canção Rap/Hip Hop

  • “Coco Chanel” — Eladio Carrion feat Bad Bunny

Melhor Canção Urbana

  • “Quevedo: Bzrp Music Sessions, Vol. 52” — Bizarrap feat Quevedo

Melhor Álbum de Rock

  • “Sólo D’ Lira” — Molotov

Melhor Canção de Rock

  • “Leche De Tigre” — Diamante Eléctrico feat Adrián Quesada

Melhor Álbum Pop/Rock

  • “Vida Cotidiana” — Juanes

Melhor Canção Pop/Rock

  • “Ojos Marrones” — Lasso

Melhor Álbum de Música Alternativa

  • “Bolero Apocalíptico” — Monsieur Periné

Melhor Canção Alternativa

  • “El Lado Oscuro Del Corazón” — Dante Spinetta

Melhor Álbum de Salsa

  • “Niche Sinfónico” — Grupo Niche y Orquesta Sinfónica Nacional De Colombia

Melhor Álbum de Cumbia/Vallenato

  • “Escalona Nunca Se Había Grabado Así” — Carlos Vives

Melhor Álbum Merengue/Bachata

  • “Fórmula, Vol. 3” — Romeo Santos
  • “A Mi Manera” — Sergio Vargas

Melhor Álbum Tropical Tradicional

  • “Vida” — Omara Portuondo

Melhor Álbum Tropical Contemporâneo

  • “5:10 am” — Luis Fernando Borjas

Melhor Canção Tropical

  • “Si Tú Me Quieres” — Fonseca & Juan Luis Guerra

Melhor Álbum Cantor Compositor

  • “De Todas Las Flores” — Natalia Lafourcade

Melhor Canção Cantor Compositor

  • “De Todas Las Flores” — Natalia Lafourcade

Melhor Álbum de Música Ranchera/Mariachi

  • “Forajido EP2” — Christian Nodal

Melhor Álbum de Banda de Música

  • “De Hoy En Adelante, Que Te Vaya Bien” — Julión Álvarez y Su Norteño Banda

Melhor Álbum de Música Texana

  • “Para Empezar A Amar” — Juan Treviño

Melhor Álbum de Música Nortenha

  • “Colmillo De Leche” — Carin León

Melhor Canção Regional 

  • “Un X100to” — Grupo Frontera feat Bad Bunny

Melhor Álbum Instrumental

  • “Made In Miami” — Camilo Valencia & Richard Bravo

Melhor Álbum de Música Foclórica

  • “Camino Al Sol” — Vicente García

Melhor Álbum de Tango

  • “Operation Tango” — Quinteto Astor Piazzolla

Melhor Álbum de Música Flamenca

  • “Camino” — Niña Pastori

Melhor Álbum de Jazz Latino/Jazz

  • “I Missed You Too!” — Chucho Valdés & Paquito D’Rivera (com Reunion Sextet)

Melhor Álbum de Música Cristã (Língua Espanhola)

  • “Lo Que Vemos” — Marcos Vidal

Melhor Álbum de Música Cristã (Língua Portuguesa)

  • “Nós” — Eli Soares

Melhor Álbum de Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa

  • “Em Nome da Estrela” — Xênia França

Melhor Álbum de Rock ou de Música Alternativa em Língua Portuguesa

  • “Jardineiros” — Planet Hemp

Melhor Interpretação Urbana em Língua Portuguesa

  • “Distopia” — Planet Hemp feat Criolo

Melhor Álbum de Samba/Pagode

  • “Negra Ópera” — Martinho da Vila

Melhor Álbum de Música Popular Brasileira

  • “Serotonina” — João Donato

Melhor Álbum de Música Sertaneja

  • “Decretos Reais” — Marília Mendonça

Melhor Álbum de Música de Raízes em Língua Portuguesa

  • “TecnoShow” — Gaby Amarantos

Melhor Canção em Língua Portuguesa

  • “Tudo O Que A Fé Pode Tocar” — Tiago Iorc

Melhor Álbum Infantil Latino

  • “Vamos Al Zoo” — Danilo & Chapis

Melhor Álbum de Música Clássica

  • “Huáscar Barradas Four Elements Immersive Symphony For Orchestra And Chorus” — Simón Bolívar Symphony Orchestra, Ollantay Velasquez, Huascar Barradas, Maria Cardemas, Eugenio Carreño & Eduardo Martinez Planas

Melhor Obra/Composição Clássica Contemporânea

  • “Concerto Venezolano” — Pacho Flores feat Paquito D’Rivera

Melhor Arranjo

  • “Songo Bop” — Camilo Valencia, Richard Bravo feat Milton Salcedo

Melhor Projeto Gráfico de um Álbum

  • “Atipanakuy (Deluxe)” — Kayfex

Compositor do Ano

  • Edgar Barrera

Melhor Álbum de Engenharia de Gravação

  • “Canto A La Imaginación” — Marina Tuset

Produtor do Ano

  • Edgar Barrera

Melhor Vídeo Musical Versão Curta

  • “Estás Buenísimo” — Nathy Peluso

Melhor Vídeo Musical Versão Longa

  • “Camilo: El Primer Tour De Mi Vida” — Camilo
Pedro Ezequiel

Pedro Ezequiel

Pedro Ezequiel é jornalista pela ECA - USP. Passou pela Rádio USP, Jornal da USP, UOL e DOC Films. Não dispensa café e podcast. É fã de "Moleque Atrevido" do Jorge Aragão.

fique por dentro
das novidades giz Inscreva-se agora para receber em primeira mão todas as notícias sobre tecnologia, ciência e cultura, reviews e comparativos exclusivos de produtos, além de descontos imperdíveis em ofertas exclusivas