Fone de ouvido é um tipo de acessório que é meio subestimado. Muita gente prefere comprar 50 baratinhos a um só mais bacana. Sou um desses caras, na verdade. Não consigo ainda saber ao certo qual das duas posturas é a mais sábia, mas peguei um headset da Steelseries, o Siberia, para teste.  Fiquei realmente impressionado com a qualidade de áudio e design do fone.

O kit completo do Siberia vem com um extensor de fio (com controle de volume), um microfone, adaptador de 3.5mm para 5mm, uma placa de som USB (é isso mesmo) e outro cabo USB. Como você pode perceber, ele é todo ‘desencaixável’ e tal. Ele foi feito desse jeito para que fosse possível ser usado tanto em um desktop, para gamers, quanto para pessoas que escutam música de fone de ouvido. Ok, o tamanho dele é grande, mas o design é bacana e a qualidade de som é excepcional. Você não vai colocar no seu iPod e dar um rolê de metrô com ele. Mas quando você estiver em casa, sem vontade de incomodar os vizinhos, funciona muito bem.

O primeiro fio, que sai do fone, tem um conector 3.5mm e 1 m de extensão. A extensão do fio, com o controle de volume, tem mais 1.8 m. Se você quiser, pode conectar o jack direto no PC (ou no seu aparelho de som). O microfone também é destacável e pode ficar preso no monitor, por exemplo. Ou na lapela do seu terno. Se você for completamente loucão, até mesmo no próprio fone. E por último fica a placa USB de som externa. Ela possui dois jacks de 3.5mm, para o fone e microfone, além de outro botão de volume e dois mutes, um para cada jack. Da placa de som ainda existe o cabo USB propriamente dito, que liga no computador. Com todo esse monte de cabo, seu computador pode ficar na cozinha e o resto dele no quarto, distância não será problema. Alguém aí curtiria uma versão wireless?

As várias possibilidades de uso do fone são um ponto bem positivo. Quem tem somente uma placa de som onboard vai curtir a ideia de ter uma externa, que melhora o som. E quem já tem uma que preste, pode usar só o fone, ligado diretamente no computador e booom! Tudo resolvido.

Sobre o design do fone, a steelseries merece parabéns. Não que o fone seja especificamente bonito. Nunca uma playmate vai usar um desses em um ensaio principal. Não mesmo. Mas ele é realmente confortável. Existe uma ‘alça’ de couro que prende o fone na cabeça maravilhosamente bem, sem apertar nada. E os fones encaixam bacanamente nas orelhas. A parte superior (branca e tal) nem encosta na cabeça, só existe para fins estilísticos. Se você ouvir uma musiquinha rápida, não faz diferença. Mas para uma maratona de videogame (ou um fim de semana solitário), é perfeito. Não pesa nada, fica preso o tempo inteiro. Bola dentro pra Steelseries.

Se você estiver a fim de um fone bacana, por um preço compatível (R$426. Sim, é caro), vale dar uma olhada no Siberia.  Resumindo: som bacana, confortável, design ok e muuuuito fio (uma versão wireless seria bem-vinda). Se você liga para fones, considere este aqui.

[PB]SEGUNDA OPINIÃO: Depois de tantos elogios do Fabio, resolvi colocar o headphone à prova no fim de semana. Só o usei na TV jogando Xbox 360, e concordo em quase tudo posto aí em cima. A qualidade é ótima, a simulação de 7.1 é bem decente e o negócio é confortável. Mas, como o submeti a condições um pouco mais “de guerra”, é interessante colocar alguns pontos.
 
Joguei um bocado de Rock Band 2, na bateria, com o fone. Isso provou que, de fato, o negócio é confortável o suficiente para não escorregar enquanto eu batia loucamente a bateria em …And Justice for All. Por outro lado, a espuma que cobre o ouvido é confortável mas talvez densa demais, o que provoca uma suadeira acentuada nas orelhas e adjacências. Seria engraçado se não fosse meio nojentinho. Talvez isso seja um problema desse tipo de headphones em geral, mas fica o toque pra quem usa-lo em coisas de alto impacto.

Não é essencial, mas seria ótimo se houvesse controles de equalização mínimos externos (plugando a placa no USB eles aparecem). O set padrão é mais voltado pros médios. Quem gosta do PANCADÃO vai sentir falta de um grave que faça o estômago remexer. É bom, mas não é estupidamente forte para quem faz questão. O contrário também é verdade: quem prefere o agudo no talo para ouvir as ranhuras do LP não vai achar o controle. De novo, o padrão de fábrica é excelente, mas quem gosta de controle rápido não vai os achar.

Para sessões muito prolongadas (para mais de 5 horas), a orelha pode sofrer um bocadinho. Nada muito grave, certamente menos que em fones do tipo plug, mas um pouco mais nítido em pessoas de design dumbístico e orelhas de abano em real, como eu.
 
Dito isso, acho que o fone é ótima compra para quem gosta de jogar e ouvir música em casa. Não é um top de linha absoluto, não tem tantos controles, o preço não é convidativo, mas é um ótimo plug-&-play e um passo acima decisivo para quem é mais exigente com o som.