Com o dólar nas alturas, escolher um smartphone bom e barato pode não ser uma tarefa tão fácil. Felizmente, existem maneiras de limitar seu orçamento de forma inteligente e investir seu dinheiro em aparelhos mais básicos, mas com um bom custo-benefício.

Pensando nisso, aqui estão algumas dicas de como escolher um bom smartphone de até R$ 2 mil. Mais abaixo, separamos também alguns modelos de celulares nessa faixa de preço. Confira.

O que considerar na hora da compra?

Quais recursos você precisa?

É preciso ter em mente qual é a sua principal necessidade na hora de usar um smartphone. Você precisa de boas câmeras porque vive fazendo fotos? Quer maior poder de processamento para jogar? Está em busca de mais espaço de armazenamento porque não vive sem seus apps? Necessita de uma conexão mais rápida?

Sabendo exatamente o que você precisa, será possível restringir bastante a lista de aparelhos, assim como garantir que você não desperdiçará dinheiro com aqueles modelos que trazem recursos extras que você não vai utilizar.

Sistema operacional

Para quem busca um aparelho de até R$ 2 mil, será mais difícil encontrar um smartphone com o sistema iOS. O novo iPhone SE, por exemplo, o modelo de “entrada” da Apple, não sai por menos de R$ 4.199. Até é possível encontrar modelos de iPhones usados ou antigos, mas será necessário dar aquela garimpada na internet. O iPhone SE lançado em 2020, por exemplo, está na faixa dos R$ 2.600, na Amazon (disponível aqui)

Por isso, de forma geral, se está em busca de um celular barato, deposite suas fichas nos aparelhos com sistema Android.

Especificações do smartphone

Se você não entende nada sobre hardware de celulares, peça a ajuda de algum amigo na hora de escolha. Geralmente, os pontos críticos são:

  • Tela: Se você passa muito tempo consumindo filmes e séries, escolha os celulares que tenham full HD e possuem tecnologia OLED. No caso, quanto maior o tamanho, melhor.
  • Bateria: Da mesma forma, se você passa muito tempo no smartphone e não tem acesso a uma tomada todas as horas do dia, tenha atenção especial ao tamanho da bateria. Veja a classificação mAh para ter uma referência, mas essa capacidade pode ser afetada pelo tamanho e resolução da tela.
  • Armazenamento: Se você tira muitas fotos ou armazena muitos arquivos no aparelho, escolha os modelos com no mínimo 64 GB de espaço em disco. Além disso, verifique se o smartphone possui a possibilidade de incluir um cartão MicroSD, para expandir o espaço de armazenamento.
  • Desempenho: Não espere muito desempenho em smartphones de até R$ 2.000, mas se você quer jogar games, escolha os aparelhos que possuem mais memória RAM e que possuem os modelos mais recentes de processadores. Hoje em dia, é recomendável procurar aparelhos com pelo menos 4 GB de memória.

Dito tudo isso, aqui estão alguns exemplos de aparelhos — todos eles, com telas em torno de 6,7 polegadas.

Galaxy M52

O aparelho vem com um processador Octa-core, 6 GB de RAM, 128 GB de armazenamento e bateria de 5000 mAh. Além disso, ele conta com tecnologia Dual Sim, incluindo conectividade 5G. Na parte de câmeras, ele tem uma ultrawide de 12M e uma principal de 64 MP, além de uma macro de 5 MP.

O aparelho está em oferta, custando R$ 1.888, e pode ser encontrado no site da Amazon.

Confira a oferta.

Poco X3 Pro

O celular da Xiaomi é bastante procurado por aqueles que gostam de games, por ter uma tela com taxa de atualização de 120 Hz, mas com um preço acessível. Ele roda o Snapdragon 860, com 6 GB de RAM, 128 GB de armazenamento e bateria de 5160 mAh. Já nas câmeras, ele traz uma câmera principal, de 48 MP, e uma ultrawide, de 8 MP.

Até o fechamento desta matéria, o aparelho tinha o preço de R$ 1.999,99, no marketplace da Amazon.

Confira a oferta.

Moto G60s

O Moto G60s conta com o chip Snapdragon 720G, RAM de 6 GB e 128 GB de armazenamento. Ele vem com uma bateria de 6000 mAh, câmera traseira principal de 108 MP, além de uma tela com taxa de atualização de 120 Hz.

O modelo sai por R$ 1.877,90.

Confira a oferta na Amazon.