A Apple aparentemente está trabalhando num clone do Snapchat, se juntando ao Facebook e Twitter na corrida anti-snap. O público do app de mensagens efêmeras são, principalmente, jovens e parece que é nisso que todo mundo tem mirado. Os jovens são importantes, é claro, mas a Apple sabe fazer sucesso entre as pessoas mais velhas, viciadas em texto, como eu.

• Os melhores recursos do iOS 10 em GIFs
• WWDC: Apple se mostra mais aberta, inclusive para pegar recursos da concorrência

Existe maneira melhor para manter pessoas no ecossistema da companhia se não incluir funcionalidades do Snapchat direto no iMessage? O Instagram já mostrou que adicionar recursos pode funcionar. E com todas as novidades que virão no app de Mensagens do iOS 10, faz muito sentido que a Apple tente uma estratégia como essa.

A informação vem de Mark Gurman e Alex Webb da Bloomberg, que afirmam que a Apple está preparando um app com funções de edição de vídeo e imagem bem parecido com o Snapchat. O serviço teria ainda integrações com redes sociais e deve ser lançado no ano que vem. Ele pode ser um aplicativo independente ou funcionar dentro do app da câmera. Independente de como seja, uma integração com o iMessage é bem óbvia.

O objetivo é fazer um app que seja usado apenas com uma mão e onde vídeos possam ser gravados, editados e enviados em menos de um minuto. Segundo a reportagem, um dos protótipos de design do serviço tem uma interface onde as imagens são capturadas em um formato quadrado, igual ao do Instagram.

A Bloomberg destaca essa iniciativa como uma forma da Apple tentar ser mais social. As últimas apostas da empresa com redes sociais (quem lembra do Ping?) não deram muito certo. A única experiência bem sucedida nesse espaço foi com o iMessage, que é basicamente mensagens de texto elevadas ao nível mais básico de uma rede social. Eu estou em vários grupos com pessoas que eu não conheço e que nem tenho o número. Nossa conexão é o iMessage.

A Apple sabe que as pessoas se prenderam ao aplicativo de mensagens e o iOS 10 irá adicionar algumas funções de outras redes sociais, como adesivos ou efeitos de texto. Por que não aproveitar as funções do Snapchat também?

Por enquanto, não está claro se essas funcionalidades se tornarão realidade. Mas parece que elas serão super integradas ao iOS. Expandir o alcance do app de Mensagens ao incluir essas novidades poderia ser bem interessante para os usuários que já usam o iMessage e não querem se preocupar em instalar o Snapchat.

Considere que o sucesso do Instagram Stories se dá pelas 500 milhões de pessoas que já usam o Instagram. Pessoalmente, eu vejo e crio Stories todo tempo porque eu estou lá. A inércia ganha dos geofiltros do Snap.

Mas tem um detalhe: eu tenho mais de 30 anos e portanto sou velha. Eu não tenho tempo nem vontade de estar em várias apps de mensagens todos os dias, eu tenho coisas pra fazer. E não uso o Snapchat, nem meus amigos, então eu não vou começar a usá-lo.

A Apple não vai conquistar as crianças com um clone do Snapchat, mas copiar as funcionalidades que o fazem tão interessante tem o potencial para manter as pessoas dependentes de um ecossistema. Se feito da maneira certa, poderia me manter longe do Android. E mais importante, eu poderia enfeitar as minhas imagens e mandar pros meus amigos, assim como os adolescentes fazem.

[Bloomberg]