A Sony tem uma nova barganha para audiófilos, e ela é tão cara-de-pau que quase impressiona: no mês que vem, a empresa vai lançar um cartão micro SDXC “para sons premium”. Ele tem 64 GB e custa US$ 160, mais de cinco vezes o que você pagaria por um cartão semelhante da própria Sony.

>>> Sony cogita oficialmente desistir dos smartphones Xperia

A empresa alega que o caríssimo produto produz menos ruído elétrico ao ser lido. Isso parece basicamente algo inventado. Como a ciência vem provando, melhorias superfaturadas no hardware não levam necessariamente a uma melhor qualidade de mídia.

Até mesmo a Sony admite que ainda não sabe se as pessoas vão comprar esse cartão de memória. “Nós não estamos tão certos sobre a demanda potencial pelo produto, mas acreditamos que quem estiver comprometido com a ótima qualidade de som iria querer isso”, disse uma porta-voz ao Wall Street Journal.

Isto não deve ser uma surpresa enorme. A Sony vem liderando o caminho em produtos com áudio de alta resolução que mira em audiófilos com muito dinheiro. O novo cartão “for Premium Sounds” vai se encaixar perfeitamente no novo Walkman de US$ 1.200 da Sony.

O “áudio de alta resolução”, que promete qualidade maior que CD, não vale a pena. Um cartão de memória de 64 GB que custa o equivalente a R$ 450 também não vale. Pelo menos, ele estará restrito ao Japão por enquanto. [Wall Street Journal]

Imagem via Sony