Você certamente já viu isso (se já não fez): alguém compartilha uma foto no Facebook com uma caixa de um aparelho (um iPhone, um iPad, um Galaxy S III) e um texto explicando que a empresa está sorteando o dispositivo entre seus seguidores. A pessoa completa o post com um “Vai que…” – afinal, não custa nada tentar, né? Bem, mais ou menos.

Antes de mais nada, é bom deixar claro: você não vai ganhar um Galaxy S III em sorteio no Facebook. Nem um iPad. Nem um iPhone. Pelo menos não em páginas supostamente oficiais, mas que são falsas e usam nomes como Samsung Brasil SA, Apple Inc, Apple Store Inc… Nada disso vai acontecer.

Apesar de ser uma brincadeira ao mesmo tempo um pouco besta e aparentemente inofensiva, a criação dessas páginas pode trazer problemas sérios para seus administradores. Pegamos como exemplo uma Samsung Brasil SA. De acordo com a assessoria de imprensa da Samsung Brasil, a coreana tem apenas duas páginas no Facebook: Samsung Brasil e Samsung Mobile Brasil. Essa outra, portanto, é falsa. Ela usa a mesma foto de capa, foto de perfil diferente, mas pode facilmente enganar alguém que não tenha tanta familiaridade com a empresa.

E o que ela faz? Pede para seus seguidores compartilharem uma foto de aparelhos que supostamente serão sorteados (mas não são). Outras pessoas caem no truque e, para participar de “promoção”, acabam seguindo a página. Assim, a Samsung Brasil SA já tem mais de 28 mil seguidores e uma imagem postada no domingo se aproxima de 60 mil compartilhamentos. Mas dá para perceber que é uma página falsa, caso você observe com calma: alguns posts têm alguns erros de português (apesar da maioria ter sido copiado da página oficial). E esta homenagem ao Chorão, do Charlie Brown Jr, não me parece algo que a Samsung faria.

samsungfalsa2
Não podem ser comercializados por falta de uma película exterior da caixa?

Mas não tem nada de inofensivo nisso. A assessoria de imprensa Samsung diz que esta não é a primeira página falsa que aparece, e que, em casos desses, ela é reportada para o departamento jurídico e para a equipe digital da empresa que tomam os procedimentos judiciais cabíveis, já que isso prejudica a marca – afinal, alguém está se passando pela Samsung e anunciando um sorteio inexistente de um produto da coreana.

Quem cria a página talvez não esteja querendo apenas enganar um monte de gente no Facebook. Eu realmente não sei direito o que leva alguém a fazer uma coisa dessas, mas uma das possibilidades é juntar uma quantidade considerável de seguidores para começar a lucrar com link patrocinado.

Portanto, você não só não vai ganhar um Galaxy S III compartilhando uma foto no Facebook como, ao fazer isso, contribui para um golpe. Sempre desconfie das promoções. É muito pouco provável que uma empresa realmente faça um sorteio de um aparelho – e, se fizer, não é por causa de um “lote sem a película exterior da caixa”.

[Obrigado pela dica, @denunciacrimes!]