O Spotify lançou nesta terça-feira (27) uma nova modalidade focada em podcasts por assinatura. O modelo, que estava em fase de testes com alguns criadores independentes, foi revelado inicialmente em fevereiro deste ano e chega exatamente uma semana após a Apple anunciar um programa de apoio financeiro a podcasts com assinatura mensal.

Por meio da plataforma de criação de podcasts do Spotify, o Anchor, os criadores de conteúdo poderão marcar episódios selecionados como sendo exclusivos para assinantes. Os episódios podem funcionar como conteúdo exclusivo de forma permanente ou como uma versão antecipada para quem é assinante, para só depois publicar os mesmos episódios no Spotify e em outras plataformas.

Esse é o mesmo conceito por trás dos podcasts pagos da Apple, mas existem diferenças entre os dois serviços. No caso do Spotify, não será cobrada nenhuma taxa para os criadores que pretendem subir conteúdo exclusivo — ou seja, eles ficarão com 100% da receita obtida por meio das assinaturas pagas. Somente em 2023 é que a companhia começará a ficar com uma parte dos lucros, mais precisamente 5% para que cada criador tenha acesso ao Anchor.

Já a Apple, por sua vez, optou por seguir o caminho contrário: neste primeiro ano em que os podcasts pagos ficarão no ar, a companhia ficará com 30% da receita de cada assinatura paga pelo usuário. Daqui um ano, quando se iniciar o segundo ano da modalidade, a taxa vai cair para 15%. Sim, ainda é uma porcentagem bastante significativa quando comparada ao Spotify, mas talvez as coisas na Apple mudem até lá.

O valor da assinatura no Spotify será determinado pelo próprio criador, podendo ser US$ 2,99, US$ 4,99 ou US$ 7,99 por mês, dependendo da popularidade do usuário e do número de ouvintes do programa. Os usuários (assinantes ou não) saberão quando um determinado podcast é pago ao visualizar o ícone de um cadeado bem em cima do botão “Reproduzir”.

Assine a newsletter do Gizmodo

Hoje, já existem 12 podcasts independentes com assinatura paga. O Spotify também firmou uma parceria com a rede NPR que, a partir do dia 4 de maio, vai disponibilizar os programas How I Built This with Guy Raz, Short Wave, It’s Been a Minute with Sam Sanders, Code Switch e Planet Money.

No momento, os podcasts pagos do Spotify só estão disponíveis para criadores de conteúdos residentes nos Estados Unidos. A empresa afirma que vai expandir internacionalmente a novidade nos próximos meses.

[Spotify, TechCrunch]