O Spotify comprou a empresa de “inteligência musical” The Echo Nest. Com isso, o Spotify ganhou controle de uma máquina de dados usada por serviços rivais como Rdio, iHeartRadio, Nokia MixRadio, Twitter Music e outros.

A The Echo Nest é uma empresa de “inteligência musical” que usa uma combinação de aparelho de escuta e varredura intensa na web para criar um banco de dados para recursos como rádio personalizado. Muitas empresas usam seus próprios dados e sistemas, mas outras preferem se apoiar na ferramenta da The Echo Nest.

O que isso significará para quem usa concorrentes do Spotify que se aproveitam da The Echo Nest? De acordo com Graham James, do Spotify:

O The Echo Nest de fato trabalha com concorrentes diretos e vamos trabalhar com a equipe deles para entender essas relações e determinar os próximos passos. O The Echo Nest vai obedecer todas as obrigações contratuais com todos os seus clientes.

Em outras palavras, não está totalmente claro o que ocorrerá após os contratos da The Echo Nest com empresas como Rdio chegarem ao fim – se o Spotify continuará com o licenciamento ou se vai encerrar a parceria. Também é importante lembrar que nem todas as empresas clientes da The Echo Nest competem com o Spotify.

O evangelista da Echo Nest, Paul Lamere, usou seu blog pessoal para se pronunciar e disse que a The Echo Nest só vai ficar mais forte após o negócio:

Estou incrivelmente empolgado em virar parte do Spotify, especialmente considerando o que isso significa para a API do The Echo Nest. Em primeiro lugar, para deixar claro, a API da The Echo Nest não vai deixar de existir. Estamos comprometidos a continuar dando suporte à nossa API aberta. Em segundo lugar, apesar de não ter checado todos os detalhes, podemos imaginar que há muitos dados que o Spotify tem que podem ajudar a melhorar a nossa API. Talvez a primeira mudança visível na API como resultado da compra pelo Spotify é que nós poderemos usar o espaço para visualização do Spotify ID para manter a nossa camada de mapeamento Project Rosetta Stone ID incrivelmente fresca. Nada mais de lag entre quando um item aparece no Spotify e quando seu ID aparece na The Echo Nest.

Então o Spotify deve melhorar, e a menos que você não concorra diretamente com o Spotify, o The Echo Nest provavelmente vai melhorar também.

O que está claro é que muitos grandes nomes do mercado de streaming como Sony Music Unlimited, Google Music e Beats Music já operam quase que independentemente do The Echo Nest. Me disseram que, ao mesmo tempo que o The Echo Nest é impressionante, não é difícil replicar o produto para usar sua própria base de usuários.