Não que seja muito surpreendente para quem viu O Despertar da Força, mas um estudo mapeou as semelhanças entre o sétimo episódio de Star Wars e Uma Nova Esperança, e a conclusão foi de que, no fim das contas, O Despertar da Força não é nada além de um Uma Novíssima Esperança.

O estudo feito na Universidade McGill pelo professor de ciência da computação Derek Ruths analisou dados para ver quantas cenas cada personagem apareceu, e com qual frequência eles interagiam entre si. O resultado foi que os grupos de personagens e o papel de cada um deles na trama é quase idêntico nos dois filmes – como os robôs que servem como alívio cômico, por exemplo, ou os que usam a força.

Mas nem tudo foi perfeito: o algoritmo combinou Kylo Ren, o vilão de O Despertar da Força, com Obi-Wan Kenobi em Uma Nova Esperança, além de comparar Rey com Darth Vader. “O mapa não observa atributos, ele busca quem interage com quem,” explicou Ruths à Wired, “então temos uma forma diferente de contar aquela história.”

Isso seria como dizer que o equivalente a Obi-Wan Kenobi em O Despertar da Força é Kylo Ren – a importância dos dois na história acaba sendo igual, segundo o estudo, mesmo que o papel de ambos seja bem diferente.

Então os dados mostram algo que todos já sabíamos – O Despertar da Força lembra bastante Uma Nova Esperança. Mesmo que nem tudo seja idêntico, o sétimo episódio é uma boa releitura do filme que iniciou toda a saga Star Wars.

[Wired via io9]