Agora: na Microsoft, ele é *O* cara. Ele basicamente é quem toca a empresa, cumprindo o antigo papel do Billy G. De uma maneira ou de outra, ele está no seu auge.

Na época: recém-saído da faculdade, Steve ainda não tinha ido para a Microsoft. Foi só em 1980 que ele fez o primeiro contato com a empresa, que mais pra frente deu um emprego pra ele, depois mais alguns empregos, e depois O emprego. Tendo sido um estudante de destaque de Harvard, ele tinha altos sonhos que o levaram a Los Angeles, onde ele tentou entrar pra Hollywood (por trás das câmeras, é lógico). A sua ânsia pela fama — ou pelo menos pelo lucro — a partir da fama dos outros não deu muito certo, então ele voltou a estudar em Stanford. Em um universo paralelo, o personagem de Ari Gold na série Entourage é baseado no Steve. [Seattle Times]