A Apple disse que ele voltaria, disseram tê-lo visto no campus da Apple em Cupertino, e o Woz acha que ele está bem. Agora o Wall Street Journal diz que Steve Jobs — depois de quase "morrer de fome" — talvez possa voltar à Apple a tempo da WWDC, conferência de desenvolvedores da Apple.

Sim, existe uma reportagem do WSJ, mas não, oficial a informação não é: na verdade, tem a cara típica de boato sobre a Apple:

Duas pessoas que fazem negócios com a Apple disseram que gerentes seniores da Apple lhes contaram que a empresa está tentando coordenar o retorno de Jobs com um lançamento de produto ou evento público.

As afirmações dessas "duas pessoas que fazem negócio com a Apple" são complementadas com algumas informações sobre o novo iPhone (o qual Steve Jobs pode anunciar) vindas de "pessoas que viram o aparelho":

O novo celular será parecido com o modelo do ano anterior mas terá maior poder de processamento e algumas características novas, como edição de vídeo.

Isso já foi mais ou menos tomado como dado pela mídia; o que importa aqui é ver isso pelo ângulo da aparição do Steve Jobs. Já faz algum tempo que não temos um bom Jobsnote (keynote do Steve Jobs), e mesmo que Phillip Schiller e companhia tenham se virado bem sozinhos, acho que estamos todos preparados para mais um Jobsnote.