Uma juíza americana concorda com a Apple que os tablets da Samsung infringem patentes da empresa relacionadas ao iPad. De acordo com a Reuters, o comentário foi feito como parte de um pedido de processo cautelar feito pela Apple. A juíza distrital Lucy Koh, no entanto, não concedeu a medida cautelar que proíbe tablets Samsung Galaxy nos EUA: ela não achou que essas patentes da Apple fossem o bastante para a proibição.

Mas a juíza vai considerar essa possibilidade baseada em três patentes de design. Quanto a design, aconteceu algo curioso no julgamento: a juíza segurou um iPad e um Galaxy Tab e perguntou aos advogados da Samsung para identificarem qual era qual. Segundo Dan Levine, repórter da Reuters, “eles demoraram algum tempo para fazer isso”.

Aí depende da Apple provar que essas patentes de design são válidas e que a Samsung as infringiu. Um pedido formal será emitido “bastante rapidamente”, disse a juíza.

Este pode não ser o resultado que a Samsung queria, mas é melhor que uma recente decisão judicial na Austrália. Nesta quinta-feira, um juiz australiano concedeu à Apple uma medida cautelar provisória que proíbe a venda do Galaxy Tab 10.1. Esta medida vale enquanto o juiz analisa o caso, e se patentes foram violadas ou não. [Reuters via CNET]