O telescópio espacial Kepler, da NASA, pode ter ganhado uma nova vida em 2014 quando cientistas descobriram uma forma de adaptá-lo para um novo propósito, mesmo já estando danificado. Porém, agora parece que ele está com problemas novamente.

Algumas descobertas espaciais do Kepler:
>>> NASA descobre novo planeta semelhante à Terra a 1.400 anos-luz de distância
>>> NASA encontra dois planetas muito parecidos com a Terra, e neles pode haver vida

Segundo a agência espacial, os engenheiros responsáveis pela missão descobriram na quinta que o Kepler estava funcionando no modo emergência. As novas prioridades da equipe que fica na Terra é controlar do veículo espacial, que estava trabalhando na missão K2, da NASA. Na sequência, a ideia é tentar orientar o telescópio para o centro da Via Láctea.

O modo de emergência é o estado em que a aeronave fica no nível mais baixo operacional, mas que conta com gasto muito alto de combustível. Agora, não está claro como isso vai impactar em sua próxima missão.

O Kepler foi lançado em 2009 e sempre foi considerado um grande sucesso pela NASA. Nesses sete anos, ele já achou 5.000 possíveis planetas — desses, 1.000 foram confirmados por telescópios baseados na Terra.

Esta não é a primeira nem a segunda vez que um veículo espacial sofre algum tipo de contratempo sério. Kepler está agora a quase 120 milhões de quilômetros da Terra, o que significa que cada sinal enviado pela equipe da Terra leva 13 minutos para ir e voltar.

O último contato da NASA com o veículo foi em 4 de abril e ele estava operando como o previsto.

[NASA via Engadget]

Imagem do topo: concepção artística do telescópio espacial Kepler. Crédito: NASA/Ames/JPL-Caltech.