Fora uma tsunami colossal (que, por sorte, perdeu força antes de chegar a áreas populadas), aqui está um outro efeito dos 66,6 exajoules (1018 Joules) liberados pelo terremoto no Chile: o Jet Propulsion Laboratory da Nasa diz que os dias agora serão mais curtos porque o tremor deslocou o eixo da terra em 7,6 cm. 

A mudança – que só pode ser mensurada graças a modelos de computador – resultará em dias que são 1,26 microssegundos mais curtos que antes. Microssegundos, coisa rápida: isso significa 0,00000126 segundo. Fora isso, pode haver mudanças bem mais visíveis, como ilhas mudando de posição. Uma delas, Santa Maria – próxima a Concepción, cidade mais atingida – pode ter subido 2 metros depois da mexida nas placas tectônicas.



Esta não é a primeira vez que isso acontece, já que todos os terremotos têm algum efeito no eixo do planeta. [Business Week]