Em meio à pandemia da COVID-19, a Tesla bateu recorde de produção e entrega de carros. Ao todo, a empresa entregou mais de 499.550 veículos — 36% mais do que em 2019. Só no último trimestre do ano, foram 180 mil, um aumento de 30% em relação ao terceiro trimestre.

A meta da empresa, imposta em 2019, era justamente de vender meio milhão de veículos ao longo do ano. Embora Elon Musk tenha subestimado a pandemia em diversas oportunidades, a fábrica da Tesla na Califórnia ficou fechada por dois meses no início do ano.

Ao longo do ano, a empresa entregou 442.511 Model 3 e Y, e apenas 54.805 Model S e X. Os papéis da Tesla já valem mais de US$ 600 bilhões. É um valor superior a qualquer outra montadora, embora concorrentes como Toyota, Volkswagen e GM produzam milhões de carros por ano.

Considerando que o ritmo de produção está crescendo e que a vacinação já começou ao redor do mundo, a expectativa é que em 2021 a empresa consiga entregar ainda mais. Além de uma nova fábrica em Xangai, a Tesla também está planejando criar novas unidades em Berlim e Texas.

[CNBC]