Elon Musk apresentou o novo produto da Tesla na Universal Studios em Los Angeles, utilizando quatro casas do antigo set da série Desperate Housewives. Ali, a companhia instalou seus novos painéis solares que são praticamente imperceptíveis.

• Mark Zuckerberg se une a Bill Gates para criação de fundo de pesquisa para energia limpa
• SolarCity, de Elon Musk, vai fabricar o painel solar mais eficiente de todos



Com quatro modelos diferentes, os novos materiais dão uma nova cara à energia solar, tornando-a bem mais atraente. Já não precisamos mais nos preocupar com a feiúra dos enormes painéis solares convencionais.

A escolha do set de Desperate Housewives não parece ter sido à toa: aparentemente a estratégia da Tesla é deixar os vizinhos com um pouco de inveja. “A chave é fazer a energia solar ter uma boa aparência”, disse Musk. “Queremos que vocês chamem seus vizinhos e digam ‘Olhem só esse belo telhado.'”

tesla-solar-2

Utilizando uma pintura especial, a aparência das telhas muda de acordo com o ângulo de visão. Basicamente, a telha fica transparente quando vista diretamente do ângulo da rua, se parecendo com uma telha ardósia ou terracota comum, camuflando as células solares. Segundo Musk, a Tesla está trabalhando com a 3M neste tipo de pintura.

A apresentação também destacou o fato de que as telhas são impressas hidrográficamente, o que torna cada uma delas um “floco de neve especial”. Isso permitirá que duas casas vizinhas tenham o mesmo estilo sem que pareçam idênticas.

O bilionário também enfatizou a durabilidade dos painéis e exibiu um teste de resistência entre seu novo produto e telhas de pedra e cerâmica. O painel solar se saiu melhor. “Isso nunca vai se desgastar, ele é feito de quartzo, que tem uma vida quase infinita”, comentou Musk.

tesla-solar-3

Foi apresentada também uma nova Powerwall – bateria recarregável por energia solar para uso doméstico. Ela tem capacidade de armazenar 14kWh, potência máxima de 7kWh e um design mais plano. A versão 2.0 será capaz de oferecer energia para uma casa com quatro quartos por cerca de um dia inteiro e custará US$ 5.500.

Musk vê o telhado como uma terceira parte do seu ecossistema energético. No mundo ideal imaginado pelo bilionário, você irá obter energia para sua casa e para a Powerwall com os painéis solares, e quando chegar em casa irá recarregar seu carro.

“Precisa ser bonito, acessível e perfeitamente integrado. Se tudo isso for verdade, por que você iria em outro direção?” perguntou ele. E ele está certo, se tudo isso estiver funcionando bem, será difícil não comprá-los. Mas, por enquanto, nem tudo isso é necessariamente uma realidade. As telhas são bonitas e perfeitas, mas só se elas se encaixarem no estilo da sua casa. Além disso, os preços não foram anunciados. Independentemente, é quase certo que esses três produtos estarão fora do orçamento da maioria das pessoas no curto prazo.

Ainda assim, Musk reconhece no geral que ele está mirando nos ricos como early adopters em um esforço para reduzir os custos de produção. E a Tesla continua centralizando todos os fatores de energia elétrica por meio de parcerias com a SolarCity, que faz as instalações. No dia 17 de novembro, acionistas irão votar uma fusão de US$ 2 bilhões entre as duas companhias.

Scott McIntyre, chefe executivo da Solar Energy Management, disse ao Los Angeles Times que telhados integrados não são grande coisa. “O que a Tesla e SolarCity estão tentando fazer é torná-las esteticamente atraentes” disse. “Musk tem uma grande máquina de marketing. Ele sabe como usá-la.”

[Los Angeles Times, Wired, The Verge]