Agora eu sei realmente porque estou aqui: eu estou ajudando os outros escritores do Gizmodo a se prevenirem de doenças do coração, fraturas nos ossos, câncer, diabetes e um metabolismo completamente caxias por trabalhar no turno da noite.

Um novo estudo da revista de Procedimentos da Academia Nacional de Ciências dos EUA agora confirma teorias anteriores de que ficar com o turno da noite é na verdade um risco ocupacional. As descobertas mostram que o rompimento do ciclo circadiano, quando o ritmo circadiano de uma pessoa sai do ciclo regular do dia e da noite, faz com que os hormônios metabólicos ajam como loucos.

Por exemplo: quando o seu corpo não está mais dormindo quando ele pensa que deveria estar, ele para de produzir leptina, um hormônio que avisa o corpo pra parar de comer (o famoso “hormônio da obesidade”). Há também mais liberação de cortisol, um hormônio de estresse que está ligado a pressão alta e obesidade.

Então, demais escritores do Gizmodo: quando vocês acordarem de manhã e derem uma longa espiada em seus corpos lindos e graciosos antes de começarem sua rotina diária de posts, quero que vocês saibam que não precisa agradecer, tá? [Wired]