[Imagem via Desastres Aéreos News]

Depois da tragédia do voo 447 da Air France, dois e-mails circulam pela internet, supostamente trazendo fotos dos corpos e destroços do avião. Um deles redireciona o usuário para uma página falsa, que tenta imitar o G1, com um link para as fotos. Se clicar, o vírus se instala no computador. O outro e-mail promete vídeo do resgate dos corpos e destroços.

Isso não é novidade: a gripe suína e a morte da Isabella Nardoni, por exemplo, já foram usadas como "inspiração" para scams. Fora os e-mails que dizem ser de banco, para roubar senhas e informações pessoais. Mas precisa ter um interesse mórbido para querer ver corpos do acidente…

[PB: Lembro que o primeiro grande acontecimento da internet brasileira foi motivado justamente pela curiosidade mórbida: quando as pessoas acessavam seus "zipmails" e "@bol" via Netscape para ver as fotos dos Mamonas Assassinas – ou o resto deles. Na época não se pegava vírus. De qualquer forma, pode ser meio preconceiutoso, mas quem cai numa dessas, além de uma curiosidade mórbida questionável, tem que 1) não entender muita coisa de internet 2) ter todas as defesas e antivírus do Windows desligados. Quem é a soma das duas coisas vai sofrer sempre. E é bom para aprender, darwinísticamente falando.]