Ao criar estas luzes com exatamente o mesmo formato de uma lâmpada fluorescente, a NetLED permite que lojas e escritórios atualizem sua iluminação com facilidade. E mais: estes tubos LED podem ser controlados remotamente via Wi-Fi.

A maioria dos sistemas de automação de luz exige muita renovação nos sistemas elétricos e lâmpadas. Mas estes tubos LED simplesmente se encaixam onde entrariam as lâmpadas fluorescentes de tubo reto. A lâmpada LED básica sai por US$180 (o que deve valer a pena no longo prazo), e a versão que inclui um pequeno dongle USB, para conectividade Wi-Fi, custa US$260. Quando conectadas a um gateway, as lâmpadas podem então ser controladas remotamente pelo browser do seu computador, ou através de um app para smartphones e tablets.

Para controlar mais de uma lâmpada e reduzir custos, tubos sem Wi-Fi podem ser ligados no mesmo circuito a um tubo com Wi-Fi: assim você controla um bloco de lâmpadas de uma só vez, como o vídeo mostra. E como tudo é baseado em LED, não há luz piscando, nem fazendo ruídos, nem demorando para aquecer e então acender (e nem soltando gás tóxico de mercúrio se quebrar). A NetLED vende seus produtos no Japão, mas espero ver lâmpadas assim se espalharem pelo mundo. [NetLED via DigInfo]