O Twitter prepara novas ações para combater a desinformação na plataforma. Caso os moderadores da rede social detectem algum conteúdo falso ou enganoso, a plataforma irá ocultar a postagem para evitar que ela tenha grande alcance e acabe viralizando.

Se a informação for considerada falsa, o Twitter irá desativar curtidas, retweets, compartilhamentos, esconder o post e recomendar um link com informações mais aprofundadas sobre as diretrizes da plataforma.

Para classificar um post como falso, o Twitter vai buscar confirmação de fontes públicas e confiáveis sobre o assunto em questão. Além disso, a rede social pretende fazer um trabalho colaborativo entre organizações de combate à desinformação, analistas da própria plataforma e jornalistas especializados em checagem de fatos.

As medidas serão direcionadas a perfis relevantes e com grande alcance na rede social — como influenciadores, políticos e autoridades. Uma vez que os perfis com maiores quantidades de seguidores têm maior facilidade de emplacar um tweet que viralize. 

A política de entregar menos as postagens com fake news é um avanço, considerando que, anteriormente, o Twitter apenas colocava um aviso de que a informação é falsa e uma recomendação de leituras para entender melhor o assunto com fontes jornalísticas.

Assine a newsletter do Gizmodo

Após pressão de Elon Musk, o conselho administrativo do Twitter, enfim, autorizou a venda da rede social. No entanto, muitos usuários temem que a plataforma tenha as políticas de moderação de conteúdo alteradas, uma vez que Elon Musk tem criticado fortemente as diretrizes de fake news da plataforma.