Sabemos que formatos de mídia vêm e vão, mas a morte do VHS tem um grande peso. Os tocadores já morreram; agora é a vez das fitas.

A Distribution Video Audio era a última grande fornecedora de VHS – a venda de fitas a preços baixos fazia parte de seu negócio de US$ 20 milhões por ano. Com pouca fanfarra, em outubro a empresa despachou sua última carga de VHS. Do presidente da DVA:

Ele está morto, é isso, este é o último Natal, sem dúvida. Eu fui o último a continuar comprando VHS e o último a continuar vendendo, e chega. Qualquer coisa que tenha sobrado no estoque, nós daremos ou jogaremos fora.

O “LA Times” publicou uma ótima, ainda que triste, matéria sobre o fim do formato que popularizou o replay, o arquivamento e a distribuição de mídia. Felizmente, ele está sendo substituído por alternativas excelentes. [LA Times and image]