O Museu Louisiana, na Dinamarca, é um dos mais impressionantes do mundo: situado em um penhasco rochoso acima de Øresund, de frente para o oceano, é fácil se perder olhando para a belíssima paisagem em vez da arte em si. Agora Olafur Eliasson decidiu levar esse cenário para dentro do museu.

Como parte da nova exibição de Eliasson em Louisiana, ele instalou um leito de riacho dentro de uma das galerias cavernosas do museu. Chamada Riverbed, é exatamente o que parece ser: um labirinto de caminhos de águas escuras por onde o vento desce em direção a uma encosta lamacenta.

avasyqk4uhji9p7iv6kd

A instalação usa toda a área sul do museu, um espaço que foi transformado – ao menos para nossos olhos – em uma paisagem natural.

j7ouckkehvpbxl6lboxy

srbg62t2xk2xe3ucl0iy

Claro, é tudo sintético da forma mais intensa possível – mas é isso que faz tudo ser tão interessante. No passado, Eliasson preparou outras exibições que envolviam réplicas do mundo “natural” a partir de meios não-naturais. Ele instalou um sol brilhante imenso em Londres, além de cachoeiras em Nova York e névoa em Beijing. Agora, um leito de riacho lamacento fora de Copenhague. A exposição durará até janeiro de 2015.  [Louisiana]

y8fclq1qtngrhcvbknew