Sabe aquela máxima “fazer mais com menos”? É bem recorrente na tecnologia. A miniaturização de processos e componentes permite a criação de dispositivos menores e mais versáteis, ou seja, não é porque algo é menor que ele é necessariamente pior. Dá uma olhada nesses celulares! Ok, são grandes, mas fazem mais do que seus (enormes) computadores de mesa faziam há poucos anos.

Aquela história de ter uma workstation no escritório, só para trabalho, e um desktop legal em casa para jogos (ou um notebook para ver filmes e navegar na web)? Não precisa ser mais assim. Existe uma série de fatores que convergem no Ultrabook a fim de torná-lo o dispositivo ideal do BYOD.

BYOD é a sigla de “Bring Your Own Device”, uma política que vem ganhando força nas empresas e que, em termos simples, significa que os funcionários podem usar seus próprios equipamentos, trazidos de casa, para trabalhar, eliminando algumas chateações que manter duas ou mais máquinas fatalmente proporcionam. Quem já teve que lidar com essa dupla sabe que ora você está em casa e precisa fazer uma anotação do serviço, ora está afundado em planilhas e dar uma escapada para um jogo faz milagres para a produtividade.

Além disso, os benefícios de um aparelho que se adapta às suas necessidades se estendem ao fato da tela de alguns modelos de Ultrabook ser touch screen e poder ser desacoplada do teclado. Assim, é possível usar seu computador como um tablet – e usá-lo para jogar Angry Birds, por exemplo – ou usar o teclado e editar um documento ou responder e-mails com mais agilidade.

Uma pesquisa da Logicallis, de fevereiro deste ano, indicou que mercados emergentes, como o Brasil, abraçaram com gosto a ideia, com cerca de 75% de funcionários usando seus próprios dispositivos no trabalho. A tendência é forte e não há sinais de que os empregadores lutarão contra ela.

O Ultrabook é leve e fácil de carregar – para o escritório e de volta para casa. Tem desempenho de sobra, se sai muito bem com trabalho e lazer. As ferramentas de segurança embutidas, em especial a Tecnologia Antirroubo Intel, te deixa tranquilo se algum roubo ou perda acontecer. Palavra de quem tem uma máquina só para tudo, há bastante tempo, e recomenda.