Como fazer a próxima geração de um console tão icônico quanto seu controle? Como criar uma coisa que os fãs reconheçam e, mesmo assim, seja inspiradora? A Wired conseguiu uma exclusiva com a equipe que desenvolveu o Xbox One. Se você gosta de protótipos, vai amar isto.

O Xbox One é menos um console e mais um sistema de ouvir, detectar e sentir com o objetivo de conectar sua TV, computador, videogame e smartphone. “A sala de estar mudou radicalmente nos últimos oito anos”, ouvimos durante o anúncio. “É hora da tecnologia sair de trás da cortina, e você e seu entretenimento se tornarem o centro da sala.” Como um hardware de um dispositivo pensado para ficar escondido no fundo foi pensado?

O Corpo

Diga adeus às curvas familiares e os tons verde-e-cinza-escuro dos Xbox antigos. O Xbox One é uma máquina elegante, simples, cujo destaque estético principal é um verniz preto semi-brilhante meio fosco. Seu formato foi achatado e simplificado, e a única curvatura real é um faixa fina escura e cromada ao longo da margem esquerda que serve como unidade de disco.

A principal referência aqui são os eletrônicos high-ends de algumas décadas atrás, como este receptor Bang & Olufsen da década de 1970. É uma reviravolta para o Xbox como uma marca: até agora, o design do console tentava trazer o futuro para dentro de casa, com bordas curvas, botões chanfrados e um logotipo parecido com um peixe alienígena. Tudo isso foi deixado de lado com o Xbox One, que lembra a era clássica do design industrial – os anos 1970 – em vez de tentar parecer como se fosse de 2070.

ku-xlarge (7) ku-xlarge (8)

Imagem via Wired.

Kinect

O Kinect também recebem uma atualização de design. Em vez do vidro curvado da barra antiga, o novo Kinect (que acompanhará todos os consoles!) é um monolito simples e preto, definido por sensores elegantes que permitem uma experiência de usuário melhorada para ler de tudo, desde a sua voz até o seu batimento cardíaco. Ele também consegue rastrear a localização do controle – os dois dispositivos trabalharão unidos agora. “O novo sensor Kinect é o poder de ligação entre o Xbox, SmartGlass e o controle”, nos contaram. “Fale, e a sua tropa segue o seu comando. Levante o controle, e eles te seguem.”

ku-xlarge (6)

Imagem via Wired.

O Controle

O controle em si foi repensado também, pelo menos para os padrões de design de controle detalhado. Os notões ABXY foram feitos com três técnicas de moldagem por injeção diferentes, de acordo com um representante. O corpo mudou um pouco, também: a remoção da bateria traseira significa que você consegue prender a mão com mais facilidade. As dimensões gerais são menores, também. A equipe de design imprimiu centenas de protótipos diferentes no estúdio usando uma impressora 3D interna.

ku-xlarge (5)
Imagem via Wired.

Ao todo, é um excelente design industrial da equipe do Xbox. Eles poderiam ter cedido ao ego e ter feito algo mais chamativo do que o último console. Mas, em vez disso, escolheram o caminho da moderação e, como resultado, criaram um sistema que não chega a se esconder no fundo de uma sala, mas não grita pela atenção de ninguém também. [Wired]