Segundo as Forças de Mobilização Popular — um exército formado para combater membros do Estado Islâmico no Iraque — um carro-bomba explodiu no dia 13 de novembro no norte de Samarra, no Iraque. Alguém gravou o momento exato da explosão com um celular à distância.

Parece que a bomba foi plantada ali pelo Estado Islâmico, porém foi descoberta: repare que as pessoas estão longe dela, aguardando pelo que seria uma explosão controlada.

Nem sempre é possível evitar esse tipo de ataque, no entanto: em junho, militantes do Estado Islâmico levaram um tanque cheio de explosivos até uma base de Samarra, matando 38 pessoas e deixando 46 feridos em um ataque suicida.

Samarra é um conhecido ponto de conflito entre o EI e o exército iraquiano: a cidade abriga o santuário de al-Askari, um dos mais sagrados para os xiitas. O santuário foi bombardeado em 2006 pela Al-Qaeda no Iraque, um precursor do EI composto por sunitas, mas vem sendo reconstruído – e a BBC diz que os terroristas querem destruí-lo de novo.

Segundo a Al Jazeera, o Estado Islâmico domina um terço do território do Iraque e Síria, e “desde o seu surgimento, Bagdá e outras grandes cidades têm sofrido ataques quase que diariamente, com bombas, explosões suicidas e assassinatos contra forças iraquianas e oficiais do governo”.

Aos poucos, o Iraque está recuperando alguns territórios que haviam sido dominados pelo EI – é o caso de Samarra – mas isso não impede que aconteçam tentativas de atentado, como a que vimos no vídeo.